Translate

segunda-feira, 18 de março de 2019

Apostando um pouco mais no Empreendedorismo

Olá amigos,

Vou contar pra vocês algumas coisas que estou vivendo.

A loja vai indo bem, o faturamento vai subindo devagar e sempre.
As despesas começaram a ficar mais controladas e imagino que tenham atingido um platô.

O imóvel vai dando uma manutenção danada, goteiras, lâmpadas que queimam, , ar condicionado dando pau, portas que ficam fofas, fechaduras que caem no chão, parte elétrica terrível, essas coisas estão dando muitos gastos extras (estão sendo trocadas aos poucos), e olha que eu achava que o imóvel estava num padrão alto e bem cuidado pelo antigo dono (fake rico).

Uma das coisas mais interessantes do empreendedorismo é o yield que se tira quando o negócio dá certo.

Vejam bem.

Um terreno em área nobre sendo vendido por R$ 750 mil, sendo que no mesmo dá pra construir um mall comercial com 10 lojas e dá pra alugar cada uma por R$ 2500,00 mensais. Estamos falando aqui de uma receita de de R$25 mil mensais, dinheiro suficiente pra aposentar bem qualquer família. (Caso praticamente real que aconteceu com um conhecido meu).

Imagine que por mais 750 mil você constrói o mall e gasta no total R$ 1,5 milhão. Ok, tem riscos, licenças, projeto, prefeitura, bombeiro, anvisa, sei lá mais quantos órgãos, mas vamos supor que dê tudo certo, legalizado, documentado e perfeitamente dentro da lei, você abre uma PJ imobiliária para receber os aluguéis e paga 8% de imposto sobre o faturamento, dá R$2000 e você fica com 23k limpinhos, resumindo um pouco, você investiu R$ 1,5 milhão e vai tirar 23k limpinhos (claro depois de muito trabalho e risco, assumindo 100% de sucesso no aluguel das lojas).

Observando o negócio real-fictício acima, investindo R$1,5 milhão e tendo um lucro de 23k, isso dá um yield de 1,53% com uma taxa de ocupação de 100% e mais a trabalheira de construir, legalizar e licenciar o imóvel, além das corretagens, comissões, cartório e etc.

Bem, esse yield é pelo menos o dobro do yield de uma carteira média de fiis.
Se você tiver R$1,5 milhão em fiis, num yield médio de 0,7%, isso vai dar R$10500,00.

Então veja dois cenários:

A) Empreender com o mall, riscos, demora, stress, obra e lucro de 23k com 100% de ocupação.
B) Confortalvemente investir em fiis e obter 10,5k de proventos sem trabalho algum, apenas estudos.

É aí onde começamos a ver se você pode ser um empreendedor ou não.

Analisando pelo risco, se o empreendimento der certo 50% você empata com os fiis, se der abaixo de 50% você correu um grande risco (enorme risco) para mesmo assim perder dos fiis, e acima de 50% você está ganhando dos fiis. Se alugar tudo, você vai estar ganhando o dobro do yield.

Em 2017 quando o meu patrimônio começou a crescer melhor, comecei a pensar nisso, em aumentar o meu yield e minha renda passiva (ativa-passiva) e foi surgindo a vontade de empreender, até porque eu sou relativamente novo (<35 anos) e posso me recuperar no médio prazo em caso de um tombo.

Se você gasta R$1,5 milhão e recebe um yield de 1,53% é como se você estivesse empatado com um sujeito que tem R$3 milhões em patrimônio investidos em fiis, ou seja, no final das contas, empreender é buscar um yield maior relativo ao seu patrimônio atual comparando com o investimento no mercado financeiro, nada mais do que isso, é dar um salto no tempo, é comprar tempo.

Pode não parecer nada, mas uma diferença simples como a acima vai gerar uma diferença de R$150 mil em apenas um ano, ou R$1,5 milhão em dez anos.

Estou pensando em amadurecer mais a minha aposta e colocar mais fichas no negócio, assim que a dívida acabar vou fazer uma pequena adaptação e um novo investimento no lugar (que está subutilizado) para tentar aumentar o meu yield e rentabilizar ainda mais o imóvel - eu não quis fazer antes porque quero desesperadamente liquidar a dívida, isso está me atormentando muito, mas quando eu acabar com ela, ao invés de correr direto pro mercado, vou investir um pouco mais (imagine gastar mais uns R$40k e esperar um retorno de quase 5k mensais - isso eu nunca conseguiria no mercado, pois daria um yield muito maior, caso se concretize a ocupação que imagino, então acho que vale a pena colocar os R$40k na roda e apostar, pois 40k me me dariam uma mixaria de 280 reais por mês em fiis considerando 0,7% de yield, ou seja, entre apostar ganhar R$280 mensais ou uns 2-5k mensais nem tem muito o que pensar, é apostar novamente, como eu já disse aqui, é preciso dar mais esse salto de fé. E por último, mixaria passiva não é renda passiva.

Resumindo um pouco: Ter um negócio ou empreender pode ser um catalisador para a sua independência financeira e fazer você ganhar algum tempo na vida, claro que com seus custos e riscos, e inclusive pode dar errado e você voltar algumas casas no tabuleiro como punição, mas quem não chora não mama, cada um sabe onde o seu próprio calo aperta, assim como sua disposição física, saúde, família, cônjugue, filhos, pai, mãe, irmãos;  por isso não temos como dar muitos conselhos gerais para todo mundo, pois cada pessoa tem uma situação de vida, estágio da vida, família e muito mais coisas em jogo. No máximo você lê isso aqui e tenta tirar algum proveito para a sua situação bastante específica e peculiar.

Espero que tenham entendido um pouco da mensagem que quis passar hoje.

Dei um belíssimo abate na dívida nesse mês de Março de 2019, baixando a mesma em 55k, trabalhando por 3 pessoas, mas isso um dia vai diminuir bastante ou cessar de vez. Começo a ver a luz no fim do túnel para daqui a 4-5 meses.

Dívida bruta atual: 237k.

Grande abraço,

Frugal.

quinta-feira, 14 de março de 2019

Na planilha tudo é lindo. Na vida real, são centenas de variáveis que não estavam na planilha.


Olá amigos,

Essa semana achei esse site:
http://www.subterfugios.net/traq/calculador-de-rendimentos/

Parece ser bem mais legal do que várias outras calculadoras que vi por aí.

Você vai colocando os dados e sonhando, sonhando e planejando.

Eu fiz isso e imprimi o meu objetivo. Se tudo der certo, em 36 meses vou ter uma renda passiva de 15k e estarei preparado para o Plano Portugal (isso se na época eu decidir executá-lo mesmo).

De qualquer forma, 15k vai dar pra viver na cidade que eu quiser no Brasil que já vai ajudar muito.

Pois é. Na teoria dá, mas na prática temos os imprevistos, prejuízos, investimentos, manutenção, doença, viagens imprevistas e muitas outras coisas para atrapalhar a nossa receita ou gerar mais despesas, ou seja, essas simulações são muito, muito no campo da teoria.

Eu poderia estar bem melhor do que imaginava se tivesse seguido outro tipo de estratégia, mas isso não vem ao caso. A gente vai se achando aos poucos e amadurecendo os investimentos aos poucos, mas é assim mesmo, a nossa estratégia também muda e as previsões, o tamanho dos aportes, onde a gente vai aportar e mesmo os nossos gastos pessoais também mudam muito, por isso tenham muita cautela e flexibilidade na hora de simular, baixar em 20% a expectativa final já é um belo sinal de prudência, até porque não temos a menor idéia da taxa de juros e da inflação no período e piora ainda mais se for um período mais longo.

Fiz uma simulação de apenas 36 meses e os resultados foram muito bons, porém com um valor de aporte astronômico, que obviamente não sei se vou cumprir, mas é a minha meta.

Esse mês já tive tanto gasto imprevisto na loja, que praticamente (vejam bem), todos os imprevistos e novas coisas para comprar vão dar o mesmo valor do lucro do mês todo, ou seja, vai ser um mês em que tudo que trabalhamos vai ser convertido em novos equipamentos e compra de outros que ainda faltavam, com o alívio de ser do dinheiro do próprio caixa da loja e não do meu bolso.

Minha base de imóveis já é um belo hedge que vou ter na carteira e assim vou ter mais tranquilidade e resiliência para esperar, assim como o meu ap quitado e daqui a 6 meses o fim da minha dívida de financiamento imobiliário, enfim, vou estar preparado para voltar fortemente aos mercados.

O recado de hoje é: Podem fazer várias simulações, mas a realidade vai ser muito diferente delas. Use esses tipos de ferramentas apenas como uma ferramenta mesmo, pra lhe dar uma idéia de direção e de força dos juros compostos

A vida não dá pra colocar numa planilha de excel ou numa calculadora financeira.

Grande abraço,
Frugal.

terça-feira, 12 de março de 2019

E o blog Frugal Simples ganhou um prêmio!




Olá amigos,

Foi com uma grata surpresa que descobri que este humilde blog ganhou uma premiação do site Sou Poupador, cujo post completo pode ser lido aqui:

https://www.soupoupador.com.br/2019/03/vencedores-do-ranking-2019-dos-10-melhores-blogs-sobre-financas-pessoais-do-brasil.html

Fico muito feliz, pois sei que minhas intenções aqui sempre foram as melhores em dividir um pouco das minhas agonias, meus estudos, meus investimentos e minha estrada com vocês.

Ganhamos até este selinho:






Eu vi essa competição por acaso no blog do Sr. IF365 e decidi me inscrever só para ter algum parâmetro de comparação com o pessoal, até pq nunca fui atrás de métricas de meus acessos exceto esta do contador que já foi mutilada em 200 mil acessos devido minha ida e volta do wordpress, mas tudo bem. Obviamente, fui beneficiado pq blogs muito melhores não se inscreveram e tb blogs muito mais profissionais.

Pra falar a verdade eu curto bastante essa coisa underground do blogspot, mal feita, sem muita engenharia de marketing digital, sem essa coisa de venda, venda, venda... Gosto do ambiente pantanoso, trabalhoso, nebuloso, centrado no texto e nas idéias, totalmente informal e até relativamente anônimo da nossa blogosfera. Espero que a maioria de nós continue por aqui e que continuemos dessa forma, pois ela sempre foi a nossa essência.

Gostaria de dar meus parabéns para todos os outros colocados do ranking que desenvolvem um trabalho muito bom, são pessoas excelentes, cada uma na batalha diária naquele estágio específico da sua vida e mesmo assim ainda dedica um tempo na semana para escrever algo bacana pra gente ler. À amiga Rosana, do blog Simplicidade e Harmonia fico muito feliz, pois bem aqui no começo ela era uma das que sempre comentava e que muito me incentivou a continuar com o blog, ao Sr. IF365 mt sorte nessa nova e espetacular fase da vida e mantenha os posts, tb temos o DIL, um português que vive no Brasil e gosta muito de estar aqui, o AA40 que vem agregando um conteúdo muito, muito bom, com vários casos, entrevistas e enriquecendo bastante a blogosfera, enfim, cada blog é especial por ser único e por ser um universo insubstituível.

Continuem o bom trabalho, um grande abraço a todos!

Frugal.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

É preciso dar um salto de fé.


Prezados amigos,

É muito difícil sair de um lugar e ir para outro e tudo correr por dentro do planejado, do calculado, do sonhado.

Eu não sou da engenharia, não sou muito afeito a cálculos, planilhas e coisas absurdas de precisão matemática, ainda mais em se falando de Finanças. Eu sou um generalista geral das coisas, não me aprofundo muito, mas gosto de ter uma noção muito boa da superfície das coisas o suficiente para poder me apoiar.

É difícil vencer na vida, isso todos nós sabemos, da mesma forma, acumular patrimônio e fazer bons e rentáveis investimentos é muito trabalhoso, arriscado, sem garantias e impreciso. É tudo um pântano lamacento e sombrio, que vai se abrindo aos poucos na medida em que você anda e acostuma seus olhos na escuridão.

O caminho da independência financeira é para muitas poucas pessoas, pois além de ter que fazer sobrar dinheiro, tem que investí-lo corretamente e ainda ter muito autocontrole e paciência, evitar o consumismo inútil e os desejos que o dinheiro na mão é capaz de evocar. Sempre você fica querendo se presentear com aquela troca de carro, aquela viagem, aquele macbook, iphone, roupa da grife e por aí vai.

Sobrar dinheiro > Investir dinheiro > Ter paciência para o retorno > Reinvestir o dinheiro > Manter o curso > Não girar patrimônio > Trabalhar, estudar, ler > Reinvestir o dinheiro > Ter muita paciência > Evitar consumismo > Ficar na sua > Viver abaixo dos seus padrões > Sobrar dinheiro > Reinvestir e ser paciente > Escolher bons ativos financeiros > Esperar o tempo passar > Reinvestir o dinheiro > Evitar consumismo > Evitar grandes compras (imóveis, veículos, viagens caras) > Ter paciência > Aguardar os juros compostos > Viver com menos do que ganha > Ter muita paciência e esperança > Renda passiva boa para viver mais tranquilo.

Vocês viram como é esse ciclo?
Ele vai e volta.

Amigos, renda passiva, não é mixaria passiva, é renda passiva mesmo.

Eu quando ganhava 4k mensais de renda passiva e (me desculpem pois sei que é muito dinheiro pra muita gente), eu sentia que ainda estava praticamente parado e que esse dinheiro não cobriria quase nada das minhas despesas presentes e futuras. Quando cheguei a ganhar uns 6k mensais de renda passiva, fiquei um pouco mais tranquilo e achei que estava quase lá, mas estava inquieto, queria mais, pois com 6k mensais eu ainda teria que trabalhar bastante.

O que seria uma renda passiva pra mim? Pensei bastante e cheguei num número 15-20k.

É muito? Sim, pra maioria da população do Brasil é uma fortuna.

Acontece que quero uma renda passiva que cubra 2x as minhas despesas em reais, ou seja de 7,5-10k mensais e reinvestir o restante. A minha luta é para não sofrer mais grandes riscos ou dar com os burros n'água.

Como eu passaria da mixaria passiva para a renda passiva? Empreendendo. Única forma, ou outra forma seria trabalhar mais seis anos malucos, de qualquer forma daria meio certo ou certo.

Só sei que não foi fácil e não está sendo fácil, mas se tudo der certo, no final de 2019 eu terei recuperado uns 70% dos valores investidos no mercado financeiro que um dia eu tive, e que no final de 2020 eu terei uns 120% e isso pra mim já vai ser uma grande vitória, mesmo, pois o que fiz foi muito arriscado e meio louco.

Só queria dizer que não existe uma casualidade em ficar rico ou ter muita renda passiva. Não é fácil e não é simples, temos vários caminhos, cada um faz o seu, vai ser difícil, vai ser estressante, vai ser trabalhoso, impreciso, incalculável e arriscado, MAS só vai acontecer se você se dispuser a caminhar.

É como pular de bunge jump, você tem que saltar, e só compete a você, decidir e se jogar, é preciso dar esse salto (mas não é obrigatório). Não tem como vencer sem arriscar muito ou sofrer um pouco na caminhada, é trabalho, estudo, dedicação, abdicação, resiliência, disciplina, paciência, tudo junto.

É matar vários leões todos os dias, por muitos anos, o tempo todo. E seguir em frente.

Quando você compra uma ação, um fii, um título do governo, um negócio pra ganhar dinheiro, você está arriscando, você pode até achar que não está, mas está, é tudo uma aposta, que pode ser rentável ou não, e até ir a zero, mas está lá, é entre você, o homebroker, a caneta para assinar contratos, o telefone para fazer ligações, os emails para negociar com fornecedores e por aí vai. Você e só você é o responsável e pode dar certo ou não, ou certo em algumas coisas e errado em outras.

Você vai montar uma carteira de ações, fiis, ETFs no exterior, comprar uns títulos de renda fixa e esperar a ação do tempo, alguns vão performar bem, outros mal, e outros vão andar de lado, mas é como se eles estivessem numa balsa em cima da maré, e com seus aportes a maré vai subindo, e apesar dos altos e baixos, com os aportes tudo sobe um pouco e a balsa começa a andar, a maré pode baixar de vez, entenda a maré como o mercado e o seu patrimônio atrelado a ele, ele sobe e desce, mas tende sempre a subir se você fizer as escolhas certas.

Não tenha medo. O medo é fruto de nossa ignorância, do nosso desconhecimento, do nosso stress.
É como na nossa profissão, quanto menos a gente sabe sobre a nossa área mais estressado a gente fica. O profissional que estuda bastante e se dedica muito na sua área, quanto mais o tempo passa, menos estressado fica, pois com a sabedoria vem a calma, a paciência, o discernimento, a aquietação mental em vista do que acontece no mundo.

A sua carteira de investimentos é a sua holding, ela tem um patrimônio, os dividendos, a valorização das cotas, do valor de mercado, o yield on cost, o ROE, o ROIC, o risco cambial, os reinvestimentos e claro as suas retiradas a partir de um certo momento. A sua holding é o seu segundo trabalho se você for um holder, assim como eu, e ela é composta por todos os seus ativos. Investindo em estudo, leitura e dedicação ao mundo financeiro você ficará mais tranquilo com relação ao manejo da sua holding, pode acreditar, hoje eu vejo isso claramente.

Em 2017 eu dei o meu salto de fé abrindo a loja e espero que até o fim deste ano de 2019 eu tenho tido uma boa recuperada no valor investido e também tenha recuperado a minha holding em pelo menos 70%, e nunca mais vou me livrar dela, pelo contrário, vou alimentá-la e criá-la como um bebê. Ela já foi o meu primeiro salto, e de certa forma, depois que você dá esse salto é difícil fingir que nunca deu.

De certa forma fico feliz com tudo o que vivi e sinto que este ano de 2019 é o ano de uma grande virada na minha vida, mas não foi fácil chegar até aqui, e nem está sendo fácil, mas vou lutar até o final e vou vencer, porque eu mereço e porque eu me esforço 7 dias na semana para isso, há mais de 10 anos.

E você, já deu o seu salto de fé?

Grande abraço,
Frugal