Translate

domingo, 15 de outubro de 2017

Primeiro Fluxo de Caixa da Loja + Custos totais





Enquanto o Brasil patina, os EUA batem recordes na bolsa, na baixíssima taxa de desemprego e na geração de renda, além é claro de uns muitos trilhões na dívida ehehe

Arrependimento de não ter comprado bitcoin é enorme. Esperei esperei e esperei e o bonde passou.

Vamos lá:

Os custos para implantação da loja foram de 445k já com a obra.
Devo lhes lembrar que 271k desse valor veio do lucro das minhas vendas das ações.

Fluxo de Caixa:

Receita: R$4104,00
Imposto (simples): R$246
Lucro bruto: R$3858,00

Despesa: R$26.360,00
Folha: R$13.000,00
Aluguel: R$ 8000,00 (eu não pago mas vou contabilizar devido ao custo de oportunidade do imóvel)
O resto é energia, água, internet (fibra ótica), telefone fixo e celular, materiais de limpeza e escritório, marketing (facebook, instagram e Google adwords).

Total do primeiro mês: R$-22.502,00 isso era esperado para um mês pré-operacional.
Separei 150k para capital de giro nos primeiros 6 meses pois projetei mentalmente que o custo mensal ia ser de 25k.

É um número e tanto, bem impressionante. Algumas coisas eu apenas projetei como custo de água e luz pois ainda não recebi a conta oficial, assim como o valor da folha foi apenas um cálculo mental com algumas anotações, enfim mais ou menos a metade foi um valor de fato e a outra metade foi projetada, incluindo o aluguel que não pago mas tenho que contabilizar como se pagasse para estudar a viabilidade do negócio.

Se alguém quiser/puder me dar uma dica de como organizar melhor isso eu gostaria de saber.
Baixei uma planilha bem legal de fluxo de caixa para pequenas empresas e estou usando ela no Excel.
Diminuí 25 mil da minha dívida total e espero diminuir mais até o fechamento.

Segue o quadro:



Nessa semana vamos inaugurar oficialmente, abrir as portas, e dar mais força e foco no negócio.
Separei três dias da minha semana pra ficar lá o dia todo, tocando como deve ser feito. A obra e outras coisas me ocuparam demais e não me dediquei à minha parte no comercial, espero que agora que eu vou ficar mais no comercial a coisa ande mais.

A partir de Janeiro/2018 terei encerrado os pagamentos à franqueadora e das prestações da mobília e do estoque, essas 3 parcelas estão em quase 25k. Quando acabar elas três vou dar uma respirada e retomar o fôlego somando todos os aportes para aportar no abatimento do valor do imóvel, a idéia central é liquidar toda a dívida até o fim de 2018, então durante o ano que vem vou ter pouco a falar sobre o mercado financeiro mas muito a falar da loja e do primeiro ano de um negócio próprio.

Tenho muitos valores a receber faturados ainda em 2017 na minha profissão, porém muitos contratos não foram honrados, tenho R$268.000,00 a receber já faturados, na medida do possível serão utilizados para pagar o imóvel e a obra. Foi uma mudança e tanta, muita concentração e imobilização de muito dinheiro em 3 coisas: duas empresas e um imóvel. O custo de tudo isso? R$2 milhões. O que eu espero disso? Um lucro de R$20.000,00 líquido mensal a partir de Fevereiro de 2018, ou seja, 1%, sendo muito otimista.

Essa foi uma pequena atualização porque fiz o Fluxo de Caixa desse mês.

Estou lendo a autobiografia de Arnold Schwarzenegger, teve um momento que ele saiu de porta em porta em hollywood pedindo para fazer papéis como ator no cinema, olha o que os produtores e diretores diziam pra ele, lembrando que ele é austríaco, chegou pobre e sem falar inglês na Califórnia. Segue um print:



Está vendo o tipo de coisa que o cara ouvia? E mesmo assim ele venceu na vida.
O livro está pra baixar de graça o pdf no site lelivros, estou gostando muito, ainda estou na metade.




Grande abraço,
Frugal.

sábado, 7 de outubro de 2017

Vida abundante sem independência financeira


É preciso desfazer um mito na blogosfera.
O mito de que a felicidade está atrelada à independência financeira.

Eu mesmo acreditei nisso por algum tempo, uns dois anos, mas esse tempo passou.
A felicidade não vir depois da IF, uma vida plena, abundante, cheia de realizações pode ser vivida no caminho para a IF, mesmo que a IF nunca aconteça de fato.

Eu sei que o pobreta fez escola, e que muita gente acha que o caminho é péssimo, e que só o objetivo final, a IF é a solução para todos os problemas da vida, como se fosse a alforria do mundo, a libertação da sua alma e a chegada no Jardim do Éden, mas acredito que não é.

Todos os dias você vai ter que acordar, comer um pão, tomar um leite com nescau, um café preto, fazer alguma coisa entre isso e o almoço, onde você vai comer uma carne, um feijão e um suco. Estando na IF ou não, você vai ter que carregar essa sua carcaça pra um lado e pro outro, atender celular, mandar mensagens, entrar e sair de redes sociais e conviver com seus pensamentos.

É bem difícil definir felicidade pois isso é muito pessoal, mas tornar a sua felicidade real apenas quando atingir a IF é um erro gigantesco.

Pra ser feliz você tem que ter uma história, um conteúdo, uma bagagem cultural, emocional, profissional, fraternal, familiar, laços, amigos, animais, natureza, tempo, corpo são, mente sã, distância de vícios malignos, mente calma, preocupações normais em nível basal e também claro, dinheiro na conta, sobras, dividendos, juros, abundância.

Há algum tempo eu sou feliz porque acho que preciso de pouco, é preciso ser grato pra ser feliz. Meu carro tem 10 anos de idade e sou feliz com isso, até um pouco orgulhoso do como eu cheguei até ele. Meu ap é num prédio popular pra médio, mas é o melhor lugar que morei na minha vida toda em termos de estrutura (elevador, piscina), é silencioso, não tem carro ou ônibus passando do lado, tem uma vista verde e me atende muito bem. 

Não tenho muitas roupas, relógios e acessórios de grife (isso define a felicidade de muitos). Sempre tem comida na geladeira, iogurte, queijo, ovo, frutas, carne no congelador. Sempre tenho desodorante, shampoo, condicionador, pasta de dente, perfumes e etc. E isso me faz feliz, apenas esse arcabouço que é o sonho de muitos. 

Todas as minhas contas de agua, luz, condomínio, supermercado e etc resultam num valor que não chega nem a 15% do que eu produzo num mês e ainda posso investir de 70 a 85% da minha renda dependendo do mês.

Uma vida de abundância é uma vida feliz, é você ter um teto, comida, roupas, produtos de higiene e limpeza, internet, livros, caixa de som, um meio de transporte e depois de tudo isso ainda sobrar um dinheiro para investir e ver seu patrimônio e renda passiva crescer.

Eu já falei aqui que a gente vive com muito mais do que precisa, e cada dia mais tenho consciência disso. Também li um artigo no Mises Brasil que me fez pensar muito, um que falava que nós simples mortais hoje em dia vivemos muito melhor do que o próprio John D. Rockfeller viveu na sua época, mesmo ele sendo um multibilionário magnata do mundo.

Nós temos internet, vacinas, aviões pra viajar, carro e ônibus pra andar, boas comidas pra comer, muita variedade de bebidas, geladeiras, etc etc etc todo o aparato residencial e industrial que nos dá conforto e algum luxo e ele nem isso tinha. Nós temos kindle, Previdência Social, smartphones, PCs, motocicletas, carros potentes, bons tratamentos médicos, alta expectativa de vida e muita coisa boa e barata e farta, graças ao capitalismo e ao barateamento que a tecnologia vem sofrendo paulatinamente devido ao progresso da humanidade, mas muitas pessoas preferem sempre ver a metade do copo vazio.

Pra ser feliz também é preciso ter esperança. Eu tenho muita esperança, eu sou otimista e isso me faz feliz. Eu simplesmente acho que daqui a 10 anos eu vou estar num lugar muito bom, vivendo minha vida tranquila, meus sonhos, fazendo o que quero, o que gosto, com um bom patrimônio e uma boa renda passiva. Se você não tem esperança que sua vida vai estar melhor daqui a 5-10 anos fica bem difícil ser feliz. Que tal olhar para trás e ver onde você estava cinco anos atrás? Você melhorou? Sua família melhorou? Suas relações pessoais, profissionais, patrimônio e renda melhoraram? É preciso considerar o passado e ficar menos ansioso com o futuro, viver o agora, sentir o agora.

O caminho para a IF, que é um conceito puramente matemático e abstrato tem que ser feliz, senão nem adianta e vai ficar impossível chegar lá, ficará muito difícil persistir, vai ser muito desgastante e o final a gente já sabe, será a derrota na única vida que eu acredito que a gente tenha.

Mas e essa vida abundante, o que é?

Eu acho assim, que é uma vida sem muita preocupação com dinheiro, sem contar o dinheiro, é ficar sem ter que escolher qual leite levar no supermercado porque é 20 centavos mais caro do que o outro, é não ter que ir em três lojas de tênis pra pesquisar e pesquisar e comparar para comprar um barato e horrível. É parar de se preocupar com picuinha. É chegar no posto e sempre completar o tanque. É o poder de nas próximas férias poder ir pra qualquer lugar, seja Alaska, China, Nova Zelândia ou Noruega. Basta apenas ter o tempo e o dinheiro na conta pra ir, sem ter que ficar fazendo muita muita conta, apenas o normal.

Vida em abundância também não tou falando que seja Porsche na garagem e iate na Marina, se tiver ótimo, mas se não tiver se contente com seu carro mesmo sendo um popular e um passeio de barco alugado com mais 50 desconhecidos vez por outra, contanto que você esteja num bom caminho, produzindo, trabalhando e investindo.

Quando eu era criança meu pai contava quantas luzes tinham acesas na casa pra brigar com a gente. Era a TV ligada na sala escura sozinha e a luz desligada, nunca TV e luz ligada ao mesmo tempo pra não aumentar o gasto. Banho quente? Nem pensar, nem o chuveiro não tinha. Muita coisa era contada. Hoje em dia eu não conto nada disso, ligo a luz, tomo banho quente, ligo o som, não conto mais essas coisas (que passaram a ser café pequeno). Só pra ilustrar eu acho que já vi a energia elétrica da minha casa ser cortada entre 8-15x e por falta de pagamento mesmo, a gente já puxou gato do vizinho e tudo até pagar a conta, era um gato consentido na verdade.

Pedir coisas como gêlo, café, açucar, margarina etc... nos vizinhos era coisa normal onde eu morava, muitos faziam isso, assim como comer de vez em quando uns na casa dos outros. Uma vida de escassez. Outra coisa era o dinheiro contado na carteira. Até uns 6 anos atrás se você me perguntasse do nada quanto eu tinha na carteira eu falava R$22,75. Hoje eu não sei se tenho 35 ou 95 na carteira, e estou falando sério mesmo.

E o cartão de crédito? Você já passou a situação de ir no supermercado, fazer todas as suas compras e torcer muito pro cartão passar? Eu já, dezenas e dezenas de vezes, a taquicardia na hora de passar o cartão era quase a regra e o limite dele era apertadíssimo e teve vezes que deixei tudo lá e fui pra casa sem nada. Quando dava o aprovado eu ficava muito feliz. E algumas vezes dava não autorizado. Esse tempo de escassez já passou, ainda bem. Outra coisa era sacar dinheiro no caixa eletrônico, muitas vezes eu chegava logo pra sacar coisa como 50 ou 70 reais e dava "saldo não suficiente" e eu voltava sem nada, e teria que esperar até o próximo mês pra ter. E ficava em casa sem poder comprar mais nada ou sair pra me divertir.

Hoje em dia eu passo cartão sem medo, dirijo meu carro, saco dinheiro no caixa eletrônico, compro a camisa em qualquer loja do shopping se eu quiser, sim no shopping (pode até ser normal pra alguns de vocês comprar roupa em shopping, mas pra mim isso demorou muito tempo pra virar realidade) pois roupa em shopping é muito mais cara do que na rua do centro. E isso é uma vida em abundância. Uma vida sem medo da fatura do cartão.

Por que que eu falo tudo isso? Porque essa é uma parte do caminho até a IF que pouca gente fala, é um caminho suave. O Mille do site do Bastter fala uma coisa interessante:

"Quanto mais o tempo passar, mais você vai ganhar, mais vai aportar, mais vai economizar".

Todas as três coisas dão pulos pra frente juntas.

Você ganhava 5 mil, aportava 2 mil e economizava 3 mil.
Você ganhava 10 mil, aportava 5 mil e economizava 7 mil.
Você ganhava 25 mil, aportava 18 mil e economizava 20 mil.

E por aí vai.

Veja que nesse caminho sua vida já melhorou muito e você tem acesso à muita coisa, mas ainda continua no caminho da IF. Eu já viajei por uns 8-10 países no mundo, tirei longas férias e continuo no caminho da IF percebe? Se alterou muito o tempo até lá? Nem sei e nem importa, vai fazer muito pouca diferença.

Vá vencendo aos poucos e fique todos os dias um pouco mais feliz com a sua vitória, pequenos passos, todos os dias, e você chegará longe. 

Perderá o medo da conta de luz e da fatura do cartão de crédito.

É preciso ser grato ao que você já tem. É preciso parar de reclamar e de se deixar influenciar negativamente pela mídia ou por pessoas negativistas e pessimistas. Isso é muito importante. Seja a pessoa que fala coisas boas e que é agradável para as pessoas à sua volta, na vida, em casa, no trabalho e por onde estiver. A pessoa que é abundante e plena irradia uma energia boa por onde passa e torna o ambiente melhor de conviver.

Grande abraço pessoal, boa semana a todos.

Frugal.

sábado, 30 de setembro de 2017

Fechamento Setembro/2017


Setembro é um mês forte por nos lembrar do 11 de Setembro e também do caso Benghazi, que rendeu um filme e um livro. Eu nunca fui em NY, mas quando for quero muito visitar o memorial. Esses da foto são os quatro que morreram naquele episódio contado no filme: 13h os segredos dos soldados secretos de Benghazi. FILMAÇO por sinal, baseado numa história real. O melhor filme de 2017 que vi até agora.

Apenas seis soldados pra defender um posto da CIA e uma embaixada contra ataques de terroristas na Líbia e que não foram socorridos por ordem da Hillary (ela poderia ter mandado um avião spectre que estava na base aérea americana na Sicília mas não mandou, dentre outras coisas). Eu não li o livro mas quero ler, por isso não sei de todos os detalhes.

Várias pessoas nos EUA entraram no cinema como DEMOCRATAS e saíram REPUBLICANOS. Isso foi o que disseram eles mesmos por lá.


Vamos ao post.:


Fechamento de Setembro, vamos lá, como vocês sabem, a minha meta é pagar o mais rápido possível a minha dívida, seja com novos aportes e/ou vendendo meu patrimônio financeiro em ações.

A obra da loja já está em fase final, faltando pintar, colocar um piso e concluir a fachada. Gastei um bom dinheiro nessa obra, pensando no longo prazo, pois por enquanto o retorno vai ser bem baixo em relação ao capital investido.

Comprei 80% do mobiliário e nem saiu tão caro quanto eu esperava. Comprei uma impressora, um PC e ainda faltam mais 3 PCs, fora as câmeras e a internet. Essas coisas eletrônicas estão bem baratas. Também comprei coisas para uma pequena copa interna, cafeteira, garrafas, filtro de água, bandeja, copos de vidro, xícaras pro café e microondas (pra esquentar comida). Talvez eu ainda compre uma geladeira pequena. São muitos detalhes para pensar. Colocar película de vidro nas janelas e comprar um capacho também.

A parte mais cara foi o mobiliário mesmo, mesas, armários, birôs e cadeiras. Consegui parcelar tudo no cartão em seis vezes sem juros, o que deu uma aliviada.

Também comprei aço para a obra. Eu não sabia que aço era tão caro. E olhe que pesquisei bastante.
Consegui diminuir a minha dívida em 113 mil reais, graças ao meu novo aporte + venda de ações. Nessa dívida está incluso mobiliário, franqueadora, imóvel comprado + ampliação e reforma. Fatura do cartão de crédito esse mês vai vir enorme.

Ainda falta adicionar algumas coisas na dívidas mas depois eu coloco.

Recebi R$ 7 mil reais de dividendos da EZTEC, e foi uma supresa muito agradável, chegou em excelente momento, esse é o lado bom de ter muitas ações de várias empresas, sempre tem dinheiro pingando na conta e dinheiro que você nem espera. A EZTEC com certeza foi um dos meus melhores investimentos, desde 2013 que aporto nela, assim como em Grendene e M. Dias Branco.

Às vezes eu fico pensando se fiz ou não a coisa certa, fico remoendo que era pra ter sido mais persistente na bolsa e no exterior, mas não tem como saber, poder ganhar e fabricar meu próprio dinheiro aqui também me anima muito, sem depender do mercado e tendo mais controle sobre os meus resultados (por causa do meu egoísmo?). Não sei, nunca vou saber. Mas depois que estiver tudo pago e encaminhado vou voltar para o mercado com certeza, obviamente.

Pra ficar na bolsa muitos anos tem que ter muita paciência e nervos de aço. Talvez tenha me faltado paciência, embora eu sempre soubesse que era pra ter e me achasse paciente, mas também eu estou saindo devido à oportunidade de montar um negócio novo e inédito, então vamos ver no que vai dar. Já gastei uns R$1500 de propaganda no Facebook e Google e por enquanto vou parar. Não acho que trouxe clientes diretos, pois a intenção era somente divulgar a marca na cidade. E quem garante que eles não inventam os números nos posts patrocinados? Como são contabilizados esses números? Ninguém sabe.

Próxima semana vai ser de trabalho intensivo na loja pois ainda quero inaugurar ela em Outubro. Estou muito sem tempo pra passar aqui e visitar outros blogs mas isso também vai passar. 

Já saiu meu CNPJ e minha conta em banco de PJ. Agora só faltam chegar as maquininhas de cartão de crédito. Uma coisa de cada vez e tudo vai se resolvendo. Todos os funcionários já contratados e apenas dois faltando finalizar o treinamento.

Seguem os quadros de dívida e patrimônio atual:


Agosto 2017

                                                                       Setembro 2017

Abraço a todos,
Frugal.

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Como fazer o seu controle de risco


ATENÇÃO: GOOGLE FINANCE VAI MUDAR!
BAIXEM SEUS PORTFOLIOS E SALVEM

Google Finance is under renovation. As a part of this process, the Portfolios feature won't be available after mid-November 2017. To keep a copy, download your portfolio. "


Olá pessoal,

Vamos passar por algumas atualizações e discorrer sobre o post:

Paguei 8,4k de IR mês passado pelas minhas ações vendidas.
Em Setembro tenho que pagar mais 4,4k de IR pelas vendas do mês passado.
Terminei de liquidar todos os meus Fiis.

Confesso que achei que esses impostos seriam bem maiores. Ainda bem que foi somente isso.

Coloquei mais de 92k de debentures da CEMIG pra vender há quase um mês, e sem comprador. A liquidez não existe nessa debênture, eu casei com ele. O papel está extremamente amassado e estressado, ainda mais depois que vi o Jornal Nacional hoje (isso é raro) e vi que a CEMIG perdeu quatro usinas geradoras, sem choro nem vela, o governo federal as tomou e vendeu, (e me parece que o dinheiro da venda vai pro caixa do governo federal mesmo e não da própria cemig) pois era só uma concessão. Me resta torcer para irem pagando os juros dessa debênture direitinho.

Outra coisa, tenho uns 200 mil ainda de ações alugadas, e tou precisando do dinheiro já e não tenho como vendê-las, é o último resquício do minha fase pure BH, devido a isso estou quase empatando meu fluxo de caixa. E aí que vem o tema do post: qualquer investimento ou movimento que forem fazer calculem bem a análise de risco. E como faz isso?

Imagine que simplesmente perdeu tudo, deu tudo errado, tudo foi a zero e/ou ficou sem liquidez, entendeu? Controle de risco é: Se der TUDO ERRADO o que vai acontecer com você? Como ficará a sua situação? Entendeu?

1 - Eu estava contando com liquidez baixa da CEMIG, mas não uma liquidez impossível.
2 - Eu estava contando que os papéis do imóvel estavam ok e que a caixa iria liberar rapidamente o financiamento.
3 - Eu estava contando que eu iria continuar recebendo em dia da minha atividade profissional atual.
4 - Eu achava que a obra iria andar mais rápido
5 - Eu achava que os fornecedores cumpririam os prazos (reforma, mobília, fachada, internet, vidros, etc etc etc)

Tudo isso que escrevi: atrasou, ou deu errado ou foi a zero.

MAS

Eu havia calculado tudo isso.

Vou conseguir sobreviver sem precisar vender as debêntures.
Os papéis demoraram muito mas já estão perto de sair. Nesse ínterim vou ter que depositar mais 100k da parcela da venda do imóvel (talvez eu pegue um empréstimo via PJ para pagar isso aí e pague no próximo mês em uma única parcela + os juros)
Estou levando diversos atrasos e calotes por todos os lados (público e privado)
A obra atrasou, a entrega do imóvel atrasou, mas ainda assim vou começar praticamente poucos dias antes do prazo oficial (uns 3-4 olha o aperto!)
Os fornecedores enrolam muito. Material humano é péssimo.

Mesmo com tudo isso confesso que mantenho a minha tranquilidade. Nada que umas 10 ligações por dia e alguns whatsapp não vão resolvendo. Eles me dão uma dor de cabeça e eu dou neles, saio compartilhando ela e apertando todo mundo também e assim a gente vai. Tem que ter um certo estômago, e eu acho que tenho. Agora se você for uma pessoa muito metódica e muito sensível vai sofrer se for empreender, porque isso não é ciência exata, são várias pessoas agindo por todos os lados o tempo todo. Ainda virá a batalha de conseguir aprovação no bombeiro, dvisa, anvisa, essas coisas, prefeitura, alvará e tudo isso é chato e demorado.

São vários emails por dia, várias ligações e vários whatsapp. É um mundo novo, mas tem como desenrolar. Não tem nenhum nó sem jeito, basta ter calma, focar em um problema de cada vez e ir fazendo os tasks, como por exemplo hoje (exemplo)!:

- Ligar na academia pra pedir pra panfletar lá.
- Solicitar orçamento de internet com duas empresas.
- Solicitar orçamento em três gráficas para fazer flyer.
-Solicitar orçamento em três lugares que confeccionem camisa Pólo com bordado e normal com bordado.
- Comprar uma impressora para a recepção.
- Comprar filtro de água, cafeteira elétrica e garrafa de café.
- Comprar papel higiênico, desinfetante, toalha de rosto, papel toalha e água mineral.
- Comprar folha de papel A4 pra impressora.
- Tirar cópias das chaves das portas A, B, C.
- Responder tais e tais emails.

Etc...

Esse foi praticamente o meu task de hoje, no qual eu resolvi 90% e ainda fiz umas dez ligações entre fornecedores e clientes.

Se roda muito de carro e fica muito tempo preso no trânsito também.

Interessante a força de se juntar ações, comprando aos poucos, o lucro foi muito bom, já vendi muitas e ainda tenho 445k pra vender, sendo que 120k estão no exterior e não quero vender por causa do enorme trabalho tributário e das taxas, elas serão as últimas a sucumbirem, mas acredito que o financiamento sai até o fim do mês que vem e isso não vai ser necessário. E também basta eu receber alguns meses atrasados que tenho pra receber que vai ficar tudo ok, mas confesso que no começo de tudo fiz essas contas tudo de cabeça, depois que fui colocar no papel e percebi que eu estava em cima da linha (mas mentalmente eu já sabia disso).

Agora a parte das notícias boas:

Saiu o meu CNPJ.
Abri a conta PJ no banco.
Estou no aguardo de duas maquininhas de cartão (acho que sai em uns 4 dias).
Só falta treinar uma recepcionista. Todos os outros funcionários já foram treinados e aprovados pela franqueadora, agora resta assinar a carteira deles.
Quando tiver tudo pronto eu que vou selecionar e treinar mais três e pronto. Estará finalizada e a operação estará pronta para decolar. De certa forma eu acho que na segunda quinzena de novembro as coisas melhorem bastante.
Já fiz algumas vendas antes mesmo de iniciar a operação e já gerei algum dinheiro pra começar, foi coisa pouca mas já foi interessante, pra aprender e ver que não é coisa do outro mundo.

É pessoal, semana que vem tem o fechamento mensal do post e o novo quadro do fluxo de caixa. Ando muito sem tempo até pra ler e comentar nos blogs dos amigos mas gosto de fazer isso sempre que dá.

Adendo: Teve muita gente mentindo de leve no currículo, caíram logo no treinamento da franqueadora, logo:



Grande abraço a todos.
Frugal.