Fechamento Março-Agosto/2020 +R$211.864,00

 

Olá amigos,

Finalmente criei tempo e coragem para fazer esse post e que bom, me surpreendi positivamente.

O cansaço crônico, a privação de sono, o sedentarismo, a falta de lazer, etc etc... estão me afetando muito esse ano no sentido de perder a vontade de postar, mas eu vou melhorar, inclusive comprei uma esteira para a minha casa e estou usando pelo menos 4x/semana perdendo mais de 600kcal em cada sessão.

Vamos às contas, e com algumas observações.

1. A franqueadora decidiu nos perdoar os royalties desde Março, o que foi uma ajuda e tanto, por aqui pagamos 8% do faturamento bruto de royalties.

2. O governo pagou 3 meses de folha para alguns funcionários, pois ficamos em horários reduzidos ou simplesmente fechados.

3. Não tive como renegociar aluguel pois o imóvel é próprio (coloca aí um custo mental de 12k de aluguel mensal que "infla" o meu lucro, mas muita gente que tem loja conseguiu boas reduções ou até mesmo 100% do custo do aluguel.

Lucros:

Março: R$27983,00
Abril: R$64614,00
Maio: R$33995,00
Junho: R$37107,00
Julho: R$24301,00
Agosto: R$23864,00

Média mensal: R$32.919,00 (sem pagar aluguel e nem royalties).

Na real mesmo seria uns R$27k se os royalties estivessem normais e R$15k se estivéssemos pagando um aluguel comercial para um imóvel desse porte.

A boa notícia é que não precisei tirar dinheiro do bolso para cobrir prejuízo e a loja provavelmente deve se manter no positivo durante esse ano.

Minhas despesas pessoais aumentaram muito esse ano.

Fiz uma mini-reforma no ap, coloquei espelhos, comprei uma esteira, coloquei um box, coloquei uma caixa de vidro e armário de proteção na evaporadora do ar condicionado que fica na varanda, comprei roupas para mim, troquei de carro (falei no post anterior) e ainda chamei um marceneiro para fazer uma pequena reforma em alguns móveis e nas portas pois os cachorros destruíram em parte essas coisas, mas também a qualidade que o marceneiro anterior tinha feito isso em 2014 era extremamente horrorosa.

Outra coisa que fiz e que é muito interessante é um exame de sangue que se chama "curva da insulina" e o meu veio meio ruim. Eu não sou gordo mas meu IMC atualmente está em 28,3, e certamente meu percentual de gordura deve estar nuns 30% ou mais.

Apaguei o ifood do meu cel pois eu estava pedindo muito delivery noturno e agora vou tentar me virar comprando coisas em supermercado e andando comigo (comprei uma bolsa para carregar lanche, pensando mais na janta mesmo). Café da manhã eu geralmente passo em branco, ou apenas café preto com pouco açucar, ou no máximo um café com leite. Almoço varia bastante. Estou sem tempo para fazer nada em casa e os delivery aqui são muito caros (40-50 reais um almoço).

Não sei se falei aqui, mas eu casei há praticamente um ano e assumi umas despesas da minha esposa que normalmente eram a mãe dela bancava, mas isso aí tudo bem, paguei seguro e ipva do carro dela e alguns exames e procedimentos médicos que ela fez (não foi plástica), sem neura. De vez em quando eu pego o carro dela, encho o tanque, os pneus, mando lavar e etc. pq ela esquece de fazer isso, e tb paguei a revisão desse ano, enfim, minhas despesas subiram muito em 2020, sobre ela, daqui a dois anos ela se forma de vez e aí poderá trabalhar e pagar as próprias contas.

De certa forma, todas essas despesas e extras, reforminha, compras e aumento do custo de vida, estão sendo compensados pela ausência de viagens, então não estou gastando nada viajando e nem deixando de ganhar (pq profissional liberal qnd viaja, deixa de ganhar dinheiro também, e soma isso com o custo da viagem) - muita gente não acha isso, mas eu sempre achei, eu sempre pensei em módulo. Se eu paro de trabalhar 10 dias, deixo de ganhar 10k, e se na viagem eu gastar 7k, então pra mim eu gastei 17k que foi o meu custo total em módulo. Dessa forma acho que vou empatar 2020, o não-gasto das viagens com o aumento das despesas.

Tem dias que a Matrix bate forte e me dá vontade de comprar um terreno e construir uma casa dessas de condomínio fechado, mas o custo e a dor de cabeça eu sei que são muito grandes e já estou muito atolado, além do mais não sei se vou morar aqui muitos anos mais, só sei que meu ap não estou gostando mais, até confusão no meu condomínio a gente já teve algumas, a vizinhança é muito folgada e mal educada. Comprar casa pronta está fora de cogitação. Absolutamente. O jeito vai ser suportar esse ap e esse condomínio por mais uns longos anos.

Essa pandemia tá tão grave que até a musa do blog engordou e está muito largada.

Abraços a todos!
Frugal.

Comentários

  1. Frugal, já tive a opiniões de "Educador financeiro" sobre casa ser o ultimo investimento a se fazer. Hoje penso diferente, acho que é muito válido construir a casa dos sonhos do jeito que a gente quer. O Conforto que isso gera depois é irreparavel. Eu nas suas condições, com certeza faria.

    O maior problema, como você disse, é não saber se irá ficar aí mesmo. Isso sim é um problema. Mas acredito que nas suas condições, você já podia ter estabelecido por si mesmo onde vai morar em definitivo.

    Enfim, não espere a velhice ou a morte para desfrutar de alguns prazeres que essa vida mundana nos proporiciona. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qnd cheguei aqui, ainda no início de 2013, eu cheguei zerado e o preço dos aluguéis assustavam, o mercado imobiliário tava no pico da bolha. Meu ap foi quase 300k, e hoje em dia é o mesmo preço ou até menos. Foram simplesmente 08 anos com nenhuma valorização de nenhum imóvel por aqui.

      Também qnd eu cheguei não pensava que ia ficar tanto tempo, mas já se passou todo esse tempo, e talvez mais uns 05 anos no máximo. Qnd eu voltar pra minha terra, com toda a certeza vou morar bem, num ap grande, de mais de 150m2, uns 3-4 quartos e de frente para o mar, isso aí é inegociável. Já andei olhando os preços por lá e tá 5k o aluguel ou na faixa de 1M um ap nesse porte/padrão/localização, já olhei até os prédios lá kkkkk

      Abraço Peão!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A chegada ao quarto milhão de reais (ou quase um milhão de dólares).

O que importa é o processo.

E se eu morrer hoje?