Loja fechada.



O estagiário do Google bagunçou o Blogger e esqueceu de completar. Está impossível editar o texto no post. Desculpem o visual.

Infelizmente tive que fechar a loja devido ao vírus chinês e ao decreto do governador do meu estado. Como alguns daqui sabem, meu serviço é não essencial, é bem supérfluo na verdade, e assim, em qualquer crise, é a primeira coisa que os clientes não vão mais, ou dão calote, ou como é a regra aqui, nem vão e dão calote. Eu não sei onde estava com a cabeça quando abri isso que me esqueci que eu morava no Brasil. Aprendi mais sobre o brasileiro médio com essa loja do que lendo 100 livros sobre o Brasil e o brasileiro.

Dei férias coletivas para os funcionários e por enquanto não demiti ninguém. Quero só ver o baque quando for o fechamento de Março. Fevereiro já fomos ruins nas vendas, e em Março desabamos. O faturamento deve ter caído 50% no mínimo. Com muita sorte eu vou conseguir fechar Março sem prejuízo. Agora que vai ficar maravilhoso, quase 14 funcionários em casa o mês todo sem produzir nada e a loja fechada sem faturar. Que situação distópica chegamos. E olha que nem pago aluguel mas mesmo assim estou bem preocupado. Quem paga aluguel e estava sem caixa vai quebrar com 100% de certeza. Não dá pra segurar a pancada sozinho. Duvido que o estímulo do governo chegue na ponta e ajude quem deve. Estou bastante preocupado com a folha semana que vem e também no mês que vem. Vai ser colocar uns 2-3 meses de lucro pra dentro de novo, uma verdadeira volta no tempo. E se essa indefinição continuar, aí ninguém mesmo sabe onde iremos chegar. No mínimo é demitir todo mundo e recontratar depois, deixando um rim para o sistema com as demissões e seu valor caríssimo que custa para demitir.

Como estou bastante desmotivado com isso, evitei de postar aqui para contaminar vocês mais do que a mídia e as redes sociais já fazem. Pra piorar, eu trabalho na saúde também e o clima aqui está péssimo. O pessoal com medo de se contaminar e até mesmo morrer. Peguei muito trabalho extra porque muita gente simplesmente fugiu das escalas e do serviço, dando qualquer desculpa, até por causa da idade mesmo e etc.

Quanto aos investimentos com bolsas desabando no mundo todo, temos uma excelente oportunidade para comprar, comprar e comprar. Só falta o dinheiro para isso com toda essa indefinição. Se eu já tomava calote e a inadimplência estava lá em cima nos meus contratos de trabalho, agora é que a coisa vai piorar, parece que não temos mais pra onde correr. Está todo mundo chorando, pedindo desconto, pedindo pra adiar ou dizendo que não sabe mesmo quando vai pagar, e todos colocando a culpa no vírus chinês, claro que tem um fundo de verdade, mas veio bem a calhar para muita gente, veio com um bálsamo.

Meu patrimônio não variou muito no consolidado porque fiz um aporte em IRB e Bradesco (embora como tenho muito imóvel o preço deles de venda nesse momento também deve ter desabado junto com a bolsa) considerei o valuation bom na hora da compra mas foi só isso e só, não dá pra comprar mais nada, é ficar com dinheiro em caixa para pagar as contas, boletos, prestações e fazer as teds para todos os meus compromissos. Engraçado é que eu me comprometo intensamente com o pagamento em dia das minhas obrigações, mas quem me deve não tem o menor compromisso em pagar. Esse monte de circuit breaker e volatilidade insana da bovespa pouco me afligiram, eu estava mais preocupado com a loja, em receber meus pagamentos e em continuar trabalhando sem me contaminar ou morrer, sobre a bolsa em si, não há quase nada que a gente possa fazer, e como tenho uma postura mais defensiva, vou preservar todo o meu caixa agora em Abril para pagar a folha do mês que vem. Estou bastante receoso dessa loja ficar fechada mais 30 dias, aí vai ser uma desgraça mesmo.

Quanto à bovespa, vai pagar uma ninharia em dividendos esse ano, por motivos óbvios, assim também como ano que vem. Enfim, 2020 vai ser muito difícil ganhar dinheiro, receber dinheiro e investir dinheiro, já tem um monte de empresa cancelando os dividendos e outras mais tb vão seguir o bonde. Todo mundo que tá com dinheiro na mão, vai dificultar comprar qualquer coisa ou pagar qualquer coisa. Está aberta a temporada dos chorões, dos avarentos e dos caloteiros. Ainda bem que tenho a minha profissão para seguir trabalhando e ter uma renda ativa grande, que por sinal, também vai cair devido ao vírus chinês, isso se eu não morrer com ele, intubado numa UTI e com o pulmão derretido.
 
QUE FASE!

Mas vai passar.

Vai passar como sempre tudo de ruim passou, e como muita coisa ruim na minha vida passou, não tenho do que reclamar. Hoje em dia eu pego um iogurte no supermercado sem nem olhar o preço, mas já teve época de eu ter que gastar 5min decidindo por uma marca ou outra.

Vai passar para todos vocês também.

Não gosto de aconselhar investimentos de ninguém, mas essa época é péssima pra vender qualquer coisa, casa, carro, ações, fundos, fundos imobiliários etc... Agora se você tem muito dinheiro em caixa, pode pegar uma boa oportunidade de comprar tudo isso acima, ou terreno ou ponto comercial. Tem muita gente desesperada por dinheiro e os imóveis vão ser negociados mais baratos também obviamente.

Minha estratégia nesse momento é: Não vender nada, não comprar nada, preservar o caixa e esperar a situação melhorar.
É uma postura muito defensiva, mas preciso dela devido à loja, talvez se eu não tivesse ela, teria torrado tudo em ações pois os preços estão realmente bons, eu vi ITAÚSA chegar a R$7 reais, 7 reais! Cocei a mão pra comprar pelo menos mil de uma vez, mas não consegui porque ninguém me paga e eu não queria secar muito o caixa, e hoje fui ver está em R$10 reais.

É isso pessoal.

Não queria me omitir aqui com vocês nesse momento tão importante das finanças. Estou passando a minha visão. Tenham muito cuidado pra não fazer besteira pois nesses momentos as fortunas mudam de mãos muito rápido. O risco de ser demitido ou ver sua fonte de renda secar também é grande, até para funcionários públicos estaduais e municipais pq as receitas vão cair. Quem tem contrato com o estado também vai ter redução ou calote mesmo. Eu acho que só quem está a salvo é o pessoal que recebe dinheiro do governo federal, o resto está em perigo. O governador do meu estado já falou em parcelar salários dos funças estaduais (mesmo os auditores, procuradores e etc...) então ninguém sabe até onde é o fundo do poço cavado pelo vírus chinês.

Esse verdadeiro cisne negro vai atrapalhar bastante os planos de muita gente, inclusive os meus, talvez quem sabe tenha atrasado minha IF mais um ou dois anos, vai saber, mas não tem problema, pensando no médio prazo, todo esse prejuízo será diluído no médio prazo, não precisamos ficar esquentando a cabeça com um evento tão agudo e talvez, passageiro.

Se você está ansioso com isso, pense em cinco anos, 60 meses, dessa forma você se vendo daqui a 60 meses não vai mudar muita coisa.
Continue o de sempre, trabalhando, estudando, produzindo, melhorando em si mesmo que os bons resultados irão chegar com toda a certeza.

Aproveitem a quarentena para fazer cursos online, de graça ou bem baratos, dormir, descansar, fazer detox de TV e redes sociais, melhorar o inglês, ver uns bons filmes ou ler bons livros. Tem até muito vídeo no youtube sobre exercício em casa, alguns são legais e vale a pena ver.

É o que tem de melhor.

Grande abraço a todos e se cuidem!

Frugal.

Comentários

  1. Ótimo post Frugal. Me Parece que o Brasil irá passar por essa crise melhor que outros países. Só precisa que os Governadores colaborem, é pedir demais ? não consegui entender de onde veio essa onda de governadores contra o Presidente. Uns Lockdowns sem noção em lugares que nem tinham nada.

    ResponderExcluir
  2. Belo post! Achei acertada a decisão de manter o caixa pra o que vier, comprar ação barata é bom, mas temos que pensar em todos os prazos, no curto também, e não apenas no longo.

    ResponderExcluir
  3. Cara, que fase mesmo!
    Outro dia fiz um exercício mental. Me imaginei no dia 31/12/19, vendo os fogos de artifício. Fechei os olhos e acordei no dia de hoje. Cara, parece um pesadelo. Quando a tragédia vem vindo aos poucos vc acha ruim mas vai se acostumando. Mas se vc fizer este exercício, de fechar o olho como se tivésse em coma nos últimos 3 meses e acordar hoje, vc tem até ânsia de vômito ao ver a situação da humanidade. Isto sem considerar aquelas chuvas do início do ano. Viver não é fácil não, mas faz parte, a vida vai nos provando, espero que para melhorarmos, rs.
    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Frugal que relato incrível, é o primeiro que vejo aqui na blogosfera e que mostra a ótica do empreendedor nessa crise.

    É bom saber que você tem caixa para enfrentar pelo menos mais algumas semanas de crise. Acho irretocável tudo o que escreveu, a situação é caótica e muita gente vai quebrar em Abril, e depois é um efeito cascata.

    Precisamos se preparar para o pior. Aqui na blogosfera a maioria de nós tem bons hábitos na hora de lidar com o dinheiro, mas o grosso dos brasileiros não vão aguentar.

    -
    Você tocou em um ponto bacana que são às promoções em terrenos e imóveis, o brasileiro tem um hábito de investir em bens físicos e na hora do aperto fica sem liquidez, nos próximos três a seis meses o que não vai faltar é gente desesperada por liquidez e quem tiver grana na mão vai conseguir fazer grandes negócios!

    https://poupadordointerior.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Sempre tive vontade de abrir um negócio e dar empregos mas no Brasil isso é impossível. A última vez que vi minha carteira estava menos 800 mil mas isso não me gera dor de cabeça alguma. As empresas vão continuar me pagando pouco ou muito mas vão. Agora se sou empresário estou FODIDO com um monte de empregado (agora tem que chamar de colaborador) bosta em casa e esperando o meu dinheiro cair na conta dele. Parece piada mas é Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tambem acho estúpido chamar um monte de lagartixas que tão pouco se fudendo com vce e sua empresa serem chamados de colaboradores. Enfim estamos na era da hipocrisia.

      Excluir
  6. Pelo menos dessa vez não vai dar para culpar o Brasil pelo momento que estamos passando, concordo com tudo que vc falou e acredito que sua estratégia irá com certeza trazer frutos lá na frente e minimizar os estragos da crise. Como vc mesmo disse não ter dívidas está se mostrando crucial para o sucesso do seu plano de longo prazo, é um grande aprendizado para todos nós e se antes eu evitava ter qualquer tipo de dívida (afinal dizem que existe dívida boa) hoje eu saio correndo de dívida até de cartão de crédito. Boa sorte!

    Sr.IF
    www.srif365.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É amigo, a tempestade aqui tá balançando tudo!
      Abraço!

      Excluir
  7. Fala Frugal! Sentindo a brasilidade nas veias!!! kkkk...

    É bem paia mesmo, outro empreendedor que vi como está a situação dele foi o Getúlio, do canal da Getech Informática no youtoba, canal muito bom, fica como sugestão, ele teve que demitir 2 técnicos e estava explicando como fazer nesses momentos de crise uma contenção de gastos, usando a empresa dele.

    Quanto aos investimentos, eu vi que preciso reforçar minhas reservas, estou muito em RV, aí um fodido como eu perde pra caramba. Ainda bem que não deixei o desespero tomar conta. Um abraço, fera!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bacana Paul, é vivendo e aprendendo mesmo, não tem jeito.
      Perigo biológico nos mercados financeiros é muito difícil prever e se proteger.
      Mais uma lição aprendida.

      Abraço!

      Excluir
  8. Frugal,

    Gostei do seu relato, pois mostrou a dura realidade do empreendedor nesse momento tão tenso e nebuloso.

    Como você disse, vai passar. E com tudo o que já viveu, acredito que você está muito mais preparado para lidar com essa situação do que muitos micro-empresários.

    Muito bom o que você disse no final para quem está em quarentena: utilizar o tempo disponível para atividades produtivas.

    Um detox digital nesse momento parece ser uma boa ideia, já que notícias alarmistas estão em todos os lugares.

    Abraços,
    Simplicidade e Harmonia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O detox é o melhor a fazer Rosana, com toda a certeza!
      Já li 80% do livro do Ray Dalio, Princípios. Indico a leitura!

      Abraço!

      Excluir
  9. Frugal, vc foi uma inspiração pra empreender e mudar de vida. Leio seu blog há anos. Hoje vendo pela internet e a covid fez as vendas aumentarem. Se precisar de uma força pra dar uma desovada no estoque, dependendo do que for posso ajudar. Deixo meu email:
    Pteodoro_@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico mt feliz de ouvir isso Paulo! Espero que vc tenha mt sucesso!
      Como minha empresa é de serviços eu nao tenho nenhum produto pra vender, mas obrigado pela força.
      Siga em frente com mt esforço e paciência que será recomensado!
      Abraço!

      Excluir
  10. "isso se eu não morrer com ele, intubado numa UTI e com o pulmão derretido"

    kkkkk

    Olha, eu sou servidor público federal (do alto escalão, digamos), e não sei se concordo com vc não. Estamos todos muito preocupados com a solvência do governo sim. Que meus colegas não ouçam, mas pagar 30k para um servidor (não tô reclamando!!!), acho que é só no Brasil mesmo, e não sei se isso continuará sustentável.

    Graças a Deus tenho outras rendas e se essa diminuir, paciência.

    Quanto aos investimentos, simplesmente não dá pra investir em FIIs. Impossível precificar no curto/médio prazo, pois os juros estão loucos de instáveis e os rendimentos são extremamente incertos.

    Nesse momento, apesar de também incidir em algumas incertezas quanto aos rendimentos, eu tô indo só de ações seguras/defensivas. Como eu disse, apesar de achar que também haverá incerteza no pagamento de dividendos, fato é que historicamente o mercado de ações é mais antigo e já passou por diversas crises e superou, já o mercado de FIIs talvez esteja enfrentando a primeira grande crise geral dele.

    Enfim, boa sorte a todos nós. Manter certo caixa e investir aos poucos, já que ninguém sabe o fundo disso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu tum tum!
      A dívida pública e o deficit vão subir mt esse ano.
      Se não fosse o Guedes ali não sei o que seria do país, imagine colocar um Keynesiano estilo Ciro Gomes pra ver.
      É torcer pro vírus ir embora e pro governo reduzir despesa depois disso, o que acho muito difícil.

      Abraço!

      Excluir
  11. Meu comercio de bairro não mudou exatamente nada fico com os portões fechados mas eles já sabem que é só bater , na verdade to até vendendo mais inclusive pelos app de entrega,
    Enfim muitos restaurantes perto de casa se viram na obrigação de vender via ifood.
    Acho que o brasil ainda vai sofrer muito tempo por causa desse vírus chines.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa soldado, que bom que por aí tudo continuou ok.
      Acho que o pior já passou.
      Abraço!

      Excluir
  12. Boa sorte amigo! Tudo vai passar sim.

    O seu caso que tem funcionários parados e a loja realmente é mais complicado do que para a média de nós, que só tem renda ativa e investe em busca da FIRE. Mas com tudo que você já passou e aprendeu até aqui, certamente vai buscar uma saída "menos ruim".

    Abraço e obrigado por compartilhar!

    www.ofisicoinvestidor.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado amigo! Vou contar depois como estou me virando.
      Abraço.

      Excluir
  13. Muito complicado mesmo. Por aqui o cenário é parecido porém tenho a sorte de poder manter a franquia aberta por ser considerada essencial (alimentação), mas ainda assim com queda de cerca de 50% nas vendas. O governo por aqui anunciou diversas medidas para small business sendo uma delas um subsídio de até 75% da folha! Isso será muito bom para manter o fluxo de caixa no positivo mas até o momento sem muitos detalhes.
    Vida que segue estou torcendo para que você consiga passar por essa crise com a loja. E boa sorte para todos!
    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É meu amigo, Canadá tem mt mais margem e moeda forte, economia mais na base da formalidade. Aqui é tudo muito mais caótico. As medidas do governo daqui foram muito ruins em relação a EUA e Canadá. Praticamente aqui o governo está ajudando com uma fração do que estão fazendo aí, por exemplo, querem adiar a cobrança do SIMPLES para novembro, quando o correto seria mesmo isentar essa cobrança e isentar muito mais coisas, liberar o FGTS dos funcionários, diminuir o IR por pelo menos uns 6 meses e muito mais. É osso isso aqui.

      Boa sorte aí amigo!

      Excluir
  14. Lembro do meu pai uns 24 anos atrás me aconselhando na hora de escolher profissão, dizendo que na carreira militar eu nunca seria rico ou ganharia muito dinheiro, mas que teria certa tranquilidade em momentos de crise, e tranquilidade não tem preço.
    Dito isso, em uma situação como essa acho muito justo que qualquer funcionário do serviço público, civil ou militar, tenha um aumento temporário de imposto de renda descontado na fonte, pode colocar aí por volta de 50% do que exceder os 4 ou 5 mil reais.
    Quem não tem reserva de emergência que se foda, muita gente está com o emprego em risco em uma hora dessas. Mas tem que ser todos, executivo, legislativo e judiciário, de todos os níveis, do federal ao municipal...
    Boa sorte Frugal com o seu negócio, sorte para todos nós, tenho trabalhado direto nessa crise e a preocupação é com o caos social se essa crise prosseguir e se aprofundar. Que as Forças Armadas não precisem ser empregadas em controle de distúrbios civis pelo país.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa Militar, com certeza todos deveriam dar sua parte no sacrifício conjunto. Acho que o Congresso, o Senado, os tribunais de Justiça, as assembleias estaduais, o MP, as camaras municipais etc, todos poderiam dar 10-15% de seu orçamento para a causa da Praga Chinesa. Acredito que ninguém iria falir se abrisse mão disso. Considerando que os pequenos empresários, comerciantes e os empregados CLTS vao sofrer mt, isso poderia ser mitigado sim.

      No Equador o paw tá comendo e nos EUA já tem quase 10 milhoes de seguro desemprego sendo solicitados.

      Daqui a um mês se a quarentena persistir, o caos social será bem provável.

      Abraço!

      Excluir
  15. Hahahah militarinvestidor. No c* alheio é refresco ne? Sugestão mais sem noção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que entendi ele não sugeriu no c*u alheio, inclusive o dele tá na reta kkk. Se numa situação de calamidade como essa você não consegue nem imaginar/discutir uma situação onde quem é funcionário público, que implica estabilidade e salários acima da média, contribuir com o povo lascado do Brasil, realmente não espanta que não haja homens no poder que realmente queiram fazer alguma coisa pela nação...

      Excluir
    2. E vc acha q essa seria a primeira "contribuição do funcionalismo?"

      Cara, a parcela do funcionalismo foi paga adiantada com a reforma da previdência.

      Eu poderia começar falando da alíquota previdenciária maior, podendo chegar a quase 19% para quem é do alto escalão. Mas vou resumir dizendo que: vamos CONTRIBUIR MAIS ($$$), POR MAIS TEMPO e por um BENEFÍCIO MENOR.

      A mídia adora/va falar da aposentadoria monstruosa do servidor.

      Para quem entra agora, é limitada ao teto.

      Mas mesmo pra quem é antigo, contribui-se proporcionalmente MUITO MAIS do q quem contribui sobre o teto, então é logico que o benefício tinha q ser maior (E agora não é, por isso muitos migraram de regime e abdicaram do sistema antigo).

      É fácil colocar a trolha no c* do servidor. "Vamo abrir mao de 50% em benefício da nação".

      O caral***...Não devo nada ao mundo, nem o mundo me deve. Só eu e quem está lá no cargo público, especialmente os mais altos, sabe o quanto é difícil passar no concurso. O quanto tem q se abdicar. E, pra dizer a verdade, o qnto somos mais qualificados q a maioria dos q estão na iniciativa privada.

      Infelizmente somos a minoria. Os cortes virão. Eu, felizmente, sempre me preparei pra isso. Mas daí a concordar e falar q isso é justo, são outros 500...

      Excluir
    3. Como eu falei acima, não temos só os servidores para retirar parte do salário, temos também o próprio orçamento das instituições públicas, e acho que se cada uma desse pelo menos 10% elas poderiam sobreviver tranquilamente, cortando despesas, com certeza dá. Eu vejo pelo meu estado e o orçamento milionário da Assembléia Legislativa e o TJ.

      Excluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Amigos, responderei a todos ainda até esse fds.
    Cuidem-se!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  18. Bom dia Frugal,
    Compartilho do seu entendimento, também tenho empresa e fico pensando no que fazer...
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia amigo.
      Meu conselho é guardar todo o caixa possível até a coisa melhorar.
      Não é hora de ganhar dinheiro, é hora de sobreviver.

      Abraço!

      Excluir
  19. Olá, caro Frugal.
    Tudo bom? Espero que sim!
    Seus relatos são muitos bons e eu acompanho você a anos. Calma e paciência... as coisas irão melhorar e você não está sozinho.
    Além disso, não faltará um prato de comida à sua mesa.
    Você superou momentos bem difíceis em suas vida. Lembre-se disso sempre! Você é uma inspiração.

    Eu tenho uma pergunta a você.
    Aliás, antes dela, longe de ser qualquer sugestão, ok?

    É o seguinte...
    No mercado de renda variável, quando a gente tem uma empresa na nossa carteira que mudou de perspectiva e não possui os mesmos fundamentos de antes, fundamentos estes que nos fizeram colocá-la na nossa carteira, nós sabemos o que tem que ser feito: vender a participação dela, deixar a empresa para lá, aplicar em outra e foda-se. Correto? Essa é uma das possibilidades. (Não vou falar da possibilidade de "esperar empatar" o prejuízo).

    Eu gostaria de sua visão sobre uma pergunta: um empreendimento como este que você fez, por exemplo, alguém poderia tratar da mesma forma como na renda variável, se o empresário acha que ele perdeu aquela perspectiva e aqueles fundamentos de antes?

    O exemplo: um cara tem 20 empresas no portifólio de renda variável, cada uma com R$500.000,00 investidos e uma dessas o cara acha que não tem mais fundamentos. Ele vende a empresa, mesmo realizando o prejuízo e vai ser feliz em outra empresa.

    A analogia: o cara tem 20 empresas, sendo que uma dessas é uma empresa FÍSICA, como a sua. Ele acha que essa empresa perdeu os fundamentos. Ele poderia "desapegar" dela, vendê-la e pronto? Você acha que há um sentimento de "apego" àquele empreendimento que demandou tanto tempo e suor (e lágrimas, conforme o caso)?

    Essa e a situação que eu queria colocar e, resumindo, a minha pergunta é uma só: "Dá para um empresário pensar FRIAMENTE em vender sua participação de uma empresa física, assim como fazemos na renda variável às vezes?"

    Obrigado.

    Abraços e sucesso sempre.

    IM.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só acrescentando (lembrei depois): eu mesmo já tive que fazer algo parecido, mas era um terreno na ocasião. Tive que assumir um prejuízo.
      Mas nem se compara com um empreendimento onde tem muita dedicação envolvida.
      Abraço!!

      Excluir
    2. Opa Mineiro, blz? Eu venderia sim, de preferência 100%. Essa coisa tem que dar além de dinheiro, um pouco de paz e alegria, mas qnd só dá dor de cabeça, stress e raiva é melhor vender. Não adianta se agarrar numa coisa que vai minar a sua paz de espírito e o seu descanso.

      As coisas para o pequeno empresário como eu, são muito difíceis, pq são mts incertezas que temos que carregar o tempo todo e administrar ela, por vezes é mesmo um fardo, mas temos dias bons tb, além de poder gerar empregos e ver que realmente está ajudando outras pessoas pelo menos com um emprego.

      Eu não tenho esse tipo de amor que morreria abraçado com a empresa.
      Sobre as ações, acho que dificilmente eu venderia qualquer uma. O entendimento do buy n hold atualmente é quase nunca vender.

      Um abraço!

      Excluir
  20. Fala FS, já comentei em outros blogs, mas trago o tema aqui neste excelente blog também,

    Qual sua opinião quando aportes na bolsa americana, eu particularmente estou aportando apenas nos EUA desde a crise do vírus, já temos previsões de dívida pública brasileira explodindo na casa dos 90%, a chance de uma desvalorização brutal no real ainda parece estar subvalorizada nos ativos de riscos.

    E parece que esse risco não está nas cotações atuais da bolsa brasileira.

    ResponderExcluir
  21. Muito bom seu blog. Adorei os conteúdos.
    Aprenda a operar e ter ótimos ganhos em uma plataforma de operações financeiras com esse curso.
    Basta clicar no link e você aprenderá tudo que é preciso para se dar bem e ficar rico com o mercado financeiro!
    https://bit.ly/querficarricometodomilionario

    ResponderExcluir
  22. Espero que o ponto positivo de toda essa bagunça gerada pelo covid seja a mudança da mentalidade do brasileiro. Começar a pensar no longo prazo, preparar uma reserva de emergência, aprender o básico sobre orçamento doméstico e cuidar da própria saúde.

    Sobre sua situação, Frugal. Espero que você saia dessa ainda mais forte, parceiro.

    ResponderExcluir
  23. Olá Frugal, RSS do blog ta fora? Percebi hoje que não visitava aqui há tempos porconta que não está aparecendo no feedly...

    ResponderExcluir
  24. As vezes fico "triste" pensando que eu gostaria de ter um espírito empreendedor,mas eu realmente não tenho ideia da dureza que deve ser!

    De qualquer forma, acredito estarmos diante de um grande divisor de águas na sociedade moderna. Relações de trabalho e mesmo de consumo devem sofrer mudanças com tudo isso que está acontecendo. Que seja para o melhor.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também. As vezes penso que sou muito burro ou muito medroso para esse tipo de coisa.

      Excluir
    2. Eu ainda pretendo investir tempo para avaliar quais seria as minhas possibilidades de empreender. Imagino sim que existam muitos, mas muitos obstáculos (ainda mais na Banânia), mas acredito que para quem está em busca da IF (como eu), seja um dos melhores caminhos a se tomar.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A chegada ao quarto milhão de reais (ou quase um milhão de dólares).

O que importa é o processo.

E se eu morrer hoje?