Translate

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

O valor da Blogosfera Brasileira


Olá amigos,

No meio dos tempos de alta na bolsa, de gurus de instagram, empreendedores de palco, primos ricos e pobres, um monte de "coach de finanças", profusão de memes, Twitter, etc etc etc, tanta coisa e tanta gente (onde eles estavam quando a bolsa estava em 37k lá em 2015?), não sei, talvez seja modinha, talvez não, ou então o problema sou eu que vejo muita gente falando de finanças na internet, muitas vezes baseados num grande vazio ou sem experiência prática, ou ainda, ganhando dinheiro na internet como profissão e não como investidor.

Uma coisa é você ter vencido na vida como investidor, outra coisa é você estar ganhando a vida ensinando a investir, são duas coisas muito diferentes (e a segunda é mais lucrativa e mais rápida evidentemente). Não estou nem aí pro que fazem ou como fazem, só vou analizar aqui o papel da blogosfera no meio disso tudo.

Primeiro que esse pessoal aí fala para as massas, o que é até bom para o país, pois aqui a cultura de investimento e finanças pessoais é literalmente zero. O crescimento de pessoas como Nathalia Arcuri e Primo Rico tem sim o seu lado bom, eventos lotados e milhões de seguidores aprendendo o básico do básico, ok. Segundo que são vendedores de cursos, mentorias, close friends, pdfs, livros e tudo o mais, é um comércio, e nada mais. O instagram e o youtube são nada mais do que um comércio quando a gente fala em finanças especificamente.

Não sei quanto desses gurus divulgam a carteira deles ou compartilham análises dos seus investimentos, mas já ganharam tanto dinheiro que nem importa mais, podem socar tudo na poupança que já estão garantidos. Semana passada vi alguns blogueiros daqui lamentando que o pessoal está saindo da blogosfera para o instagram e youtube, pois boa sorte, eu mesmo ficarei aqui e somente aqui.

Não tenho a menor intenção de ser guru de finanças do instagram e nem do youtube, nem de vender pdf, nem de ficar me expondo, nada, isso é basicamente uma profissão que demanda tempo, investimento, produção de conteúdo diário e extremo (trabalhar 10-12h por dia na internet) e responder centenas de comentários e mensagens.

O papel da blogosfera é muito diferente. Aqui somos praticamente um AA (alcoolicos anônimos), reuniões diárias, posts, compartilhamento de situação de vida pessoal, profissional e financeira, troca de idéias, divisão de angústias e provações, comemorações de pequenas conquistas pessoais e etc. Enfim, a blogosfera é o lugar de quem tá pegando pesado no batente e se dispôs a compartilhar um pouco da sua jornada.

As outras redes sociais não são nossas concorrentes, acho que cada uma tem o seu lugar no mundo, mas não que umas são melhores ou mais adequadas do que outras. Pululam memes no instagram e canais no youtube de gente explicando conceitos básicos, às vezes básicos demais, e isso é muito fugaz, muito veloz, não traz muita reflexão.

Enquanto você leitor, fica aqui nessa verdadeira revista eletrônica viva, de gente de carne e osso como você, trabalhando, batalhando, poupando, investindo, você lê, pára, reflete, vê muitos exemplos práticos, gráficos, histórias de vida pessoais, faz amizades, conhece novos colegas que moram em contextos tão diferentes, na praia, no campo, no oriente médio, nos EUA e por aí vai.

Somos uma verdadeira comunidade integrada e mais ou menos homogênea, dentro da nossa heterogeneidade. E isso é impagável. Também somos livres e independentes uns dos outros e não seguimos nenhum guru por aí cegamente, somos leitores de dezenas de blogs e livros e nos atualizamos constantemente. Também somos blogueiros e pessoas dedicadas em manter isso aqui, para o nosso próprio crescimento. Já temos rankings, podcasts, centenas e centenas de posts.

Aqui nós vemos o passar dos anos, dos meses, das semanas e podemos ver com clareza o patrimônio dos amigos evoluindo, os dividendos fluindo, a vida melhorando pouco a pouco, lentamente, aqui nos seguimos e estreitamos laços. Aqui não somos assinantes ou compradores de pdfs, livros e cursos uns dos outros, aqui somos todos iguais e nos respeitamos como pessoas adultas e esclarecidas e nem somos tratados como idiotas (diferente de lá), além disso o ambiente anônimo é confortável e ao mesmo tempo, com uma privacidade enorme.

Não troco a blogosfera por nenhum canal de youtube, twitter ou instagram. Nenhuma pessoa sozinha sabe mais do que todos nós juntos, é impossível, ela pode até ganhar milhões num ano, mas não será tão complexa e rica como a nossa união. Além do mais, isso aqui não é uma experiência de marketing digital como muitos por aí, aqui é a raiz da raiz, somos livros abertos, somos experiências de vida transformada em pixel e congelada em posts e comentários.

Eu sou muito agradecido pelas centenas de posts que já li nos blogs de todos vocês e também de alguns blogs que já foram embora.

Quando comecei esse blog eu tinha impressão de que iria escrever para o grande público, mas me enganei bastante e ainda bem, hoje em dia tenho a impressão de que só escrevo para os outros blogueiros ou então para alguns leitores mais fiéis, que apesar de não serem blogueiros são leitores assíduos da blogosfera, e isso é bom, a busca pelo grande público empobrece muito a informação e a qualidade das postagens.

Quanto mais o tempo passa, mais a gente pode falar com segurança e fidelidade para os que estão aqui mesmo e isso tem um valor muito peculiar que não consigo explicar, parece que isso aqui é um diário que cada dia mais, queremos mostrar para menos pessoas ou escrever em certos códigos que só algumas entendem.

Estamos mais pra um velho clube de troca de discos de vinil e uma conversa amigável do que qualquer outra coisa, e me sinto muito bem aqui.

Então para os que perguntaram se eu iria para o Instagram, Youtube ou Twitter com o perfil Frugal Simples, a minha resposta que muito dificilmente irá mudar é: Não tenho a menor pretensão de ir, nenhuma mesmo, zero x zero.

Eu só torço e espero que o Google não feche o blogspot.com porque aí sim será um deus-nos-acuda e teremos que procurar outra plataforma para ficar, essa aqui, tosca, antiga e sem frescuras, é a melhor que existe sem dúvidas.

No final, mesmo se cair drasticamente o número de acessos (que eu vejo de vez em nunca), restarei aqui escrevendo para mim mesmo, o que sempre foi um objetivo secundário mesmo, quem sabe um dia eu mostre esse blog aos meus filhos daqui a 20 anos, quem sabe...

Fico muito feliz em ver novos blogs e com bom conteúdo, estamos nos mantendo num platô bom, e melhorando a qualidade. Sejam fortes e resilientes, isso aqui nos ajuda assim como ajuda a milhares de leitores que passam por aqui diariamente, mesmo que eles não comentem nada, a gente vê que eles ficaram por aqui e que voltaram.

Um grande abraço,
Frugal.

27 comentários:

  1. Conheci a blogosfera de finanças quando tinha apenas 17 anos, as pessoas anônimas que decidiram compartilhar seus conhecimentos, experiências e objetivos sem dúvida nehuma me incentivaram a começar a minha busca pela liberdade financeira e uma vida melhor. Sou muito grato a vocês. A finansfera realmente é um lugar ótimo!

    Frugal, obrigado pelo exelente texto

    Abraços!!

    Eng. Mendigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Mendigo! Boa sorte pra você em sua vida.
      Um abraço!

      Excluir
  2. Eu não saberia nada de finanças se não fosse a blogosfera. O que tenho hj, devo em grande parte a vcs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui a coisa é quase que 100% prática né Wesley?
      A teoria é toda filtrada e impressa aqui nesses blogs, muita gente não percebe isso mas é. A blogosfera é baseada num substrato muito grande de livros e estudos sobre finanças.
      Vou voltar a postar mais sobre finanças pessoais.
      Abraço!

      Excluir
  3. Estou por aqui desde do primeiro post do viver de renda e acompanhei a saga dele inteira, post a post. Depois o advento do pobreta e cá estamos nós.

    Em 10 anos de mercado, ganhei, perdi tudo, recuperei, casei, tive filhos, divorciei e cá estou eu novamente sentindo na pele que tudo que lia era real. Que pena que demorou 10 anos para cair a ficha.

    Só para registrar que blogosfera moldou meu jeito de pensar, ser e agir.

    E já faço uma promessa de voltar daqui 10 nesse post e comentar minha IF com saldo superior a 5 milhões.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal sua história RW. Isso aqui é como se fosse um seriado eterno e sem fim, com bons capítulos e alguns tristes, mas sempre muito edificantes. Volte mesmo, se o blogpot não fechar estarei aqui certamente, e se for fechar eu anuncio o novo endereço.
      Abraço!

      Excluir
  4. Se fecharem o blogspot vamos pra wordpress ou wix. Não tem como parar a gente, já empesteamos a internet. Tanto blogueiros como leitores fazem esse espaço quase marginal ser tao interessante. E vc Frugal é um dos titãs dessa bagaça. Foram vc e o Viver de Renda que eu achei primeiro e dali não parei mais, inclusive até abri meu próprio blog. Vida longa a blogosfera !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vaga, existem muitas vantagens em escrever no blog que eu não escrevi aqui. É um exercício de autoconhecimento e nos faz ficar sempre lendo e nos atualizando para postar, além de acompanhar o post dos outros, eu poderia dizer que isso aqui é quase como um Curso Contínuo de Finanças Pessoais e Mercados Financeiros, um livro que vai sempre se atualizando. Fico feliz em ter ajudado um pouco. Um abraço!

      Excluir
  5. Se o meu parco patrimônio que se resumia em um empréstimo que devia ao banco em 2012 se transformou em +-700k hoje, grande parte disso devo a blogosfera e meus aliados diários.
    Isso aqui foi minha fuga para o consumismo de manada. Foi meu remédio para os dias que achei que não conseguiria e foi o impulso que precisei para ser criativo e gerar outras fontes de renda, já que meus aportes eram irrisórios perto de outros amigos, como o Pobreta por exemplo que aportava 4k em 2013.
    Dessa forma, fui adquirindo experiência e resgatei o hábito de escrever e quem escreve consegue refletir melhor sobre as coisas, valores, conceitos, etc.
    Devo muito a todos que aqui compartilham e ainda continuam mandando informações diariamente. E como você mesmo disse somos uma rede de amigos. Até por isso cheguei a criar o grupo no Telegram para ficarmos mais próximo, porém não tivemos muita interação lá. E realmente vi que esse modo e plataforma é o melhor que temos antes e hoje.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O pobreta foi um dos Primes da blogosfera, assim como o Rover, ainda fazem muita falta. Ambos me inspiraram a criar este, assim como outros, VR, Sousourfer, AdP, Uó, MMM, Viagem Lenta e Investidor Internacional. Ainda temos grandes nomes por aqui e espero que surjam cada vez mais. O pobreta deve ter chegado no primeiro milhão já. Ele disse que ia voltar qnd chegasse no primeiro milhão.
      Boa sorte em sua jornada Lawyer.
      Abraço!

      Excluir
  6. Esqueci de colocar no post mas a minha dívida do imóvel está em apenas 25k.
    Espero liquidar ela ainda em Outubro e ser livre novamente.

    ResponderExcluir
  7. A finansfera é sensacional. Não tenho blog, mas acompanho / leio muuuuitos blogs e isso semanalmente. O conhecimento que eu já adquiri por aqui e que ainda adquiro semanalmente, não tem preço!

    ResponderExcluir
  8. Excelente post!
    Resumiu bem as sensações/impressões que possuo e manifestei nos últimos fechamentos.

    Admiro você demais! É um vencedor e deu muita força e ensinamentos gratuito a todos nós.

    ResponderExcluir
  9. A finansfera é a mina de ouro para quem deseja realmente adquirir mais do que conhecimento, mas sim experiência de vida de todos vocês. Não tem preço. Eu acompanho também alguns canais, principalmente no Youtube, mas já que o tempo é de vacas gordas para a renda variável, principalmente ações, surge todo tipo de gente querendo apenas vender, e fazer o seu pé de meia. Quando vier a baixa de fato, 99,99% deles desaparecerão. Vai ser sempre assim, e a roda continua a girar. Frugal, parabéns por compartilhar sua vida aqui na net, é o mundo real.

    ResponderExcluir
  10. Ai, que legal ler um texto assim. Eu também tenho um blog embora não seja sobre finanças e é tão bom escrever dessa forma, em texto e não em postagem curta e efêmera de rede social que se perde tão facilmente. Fico triste de ver essa tendência de migração de plataforma e a ideia de blog se perdendo. Blog para mim é como um diário, quero tudo organizado, nem que seja só para mim mesma. Aprendi muito lendo blogs de finanças, contribuiu muito para criar o que chamo de mindset da riqueza e pensar de uma forma mais frugal e simples. =)

    ResponderExcluir
  11. Frugal Simple,

    Seu post ficou muito bom! Eu aprendi muito sobre finanças na blogosfera, na verdade foi a minha porta de entrada. E daí para eu criar um blog também foi rápido. Acho que aprendemos muito com os posts dos colegas, com os comentários e também com nossos próprios posts.

    "As outras redes sociais não são nossas concorrentes, acho que cada uma tem o seu lugar no mundo"
    Exatamente. Por isso, apesar de tantas opções, a blogosfera continua firme e forte.

    Vida longa aos blogs!
    simplicidadeeharmonia.com

    ResponderExcluir
  12. Excelente manifestação, Frugal! Que seja um incentivo a todos nós!

    Grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  13. Não lembro qual foi o primeiro blog da blogosfera que acessei, mas lembro da excelente sensação que tive ao descobrir esse novo mundo.É muito bom ver outras pessoas alcançando boas marcas, e sentir que nós podemos alcançar! A blogosfera é um compilado de conhecimentos para, quem seguir, ter uma probabilidade alta de sucesso na vida financeira e até pessoal.
    VlW

    ResponderExcluir
  14. Uma mídia complementa a outra e como vc bem disse não existe concorrência, principalmente pq brasileiro no geral (incluindo eu) tem preguiça de ler e somos "nada" perto dos canais de Youtube mencionados no seu post. Fico abismado como a galera consegue fazer dinheiro com blogs lá fora, por aqui até o momento é só "prejuízo" e faço por puro prazer e para ocupar o tempo de aposentado...rs

    Descobri o conceito de viver de renda justamente através da blogosfera de finanças, mais especificamente o blog do Viver de Renda. Até então nunca passou pela cabeça que seria possível usar dinheiro para gerar mais dinheiro de forma recorrente... na verdade eu achava que bastava colocar na poupança que renderia 0,5% ao mês e eu poderia viver desse "lucro", inflação nunca tinha entrado na minha continha ha de padaria. Só mesmo quando me aprofundei no blog do VdR e sua estratégia com Títulos Públicos que me toquei que a coisa não era tão simples mas também não era complicada.
    Vida longa à blogosfera de finanças.

    Sr.IF
    www.srif365.com

    ResponderExcluir
  15. Achei isso daqui pelo pobreta, porem fiquei pelo restante, realmente sou um dos leitores assiduos, fieis, anonimos e que quem sabe um dia criarei um blog hahaha

    ResponderExcluir
  16. " não feche o blogspot.com" - migro para wordpress no mesma semana

    abs!

    ResponderExcluir
  17. Não me recordo qual foi o primeiro post que vi aqui da finansfera, mas achei incrivel aquela quantidade de informação e casos reais de pessoas que davam a cara a tapa, mostravam suas carteiras, seus investimentos seus erros e acertos e isso me incentivou demais, tirando alguns casos raros no geral a comunidade se ajuda, não há julgamento tampouco percebo o sentimento de inveja daqueles que estão conseguindo, mas sim de admiração e de inspiração.

    Aqui aprendemos sobre finanças, sobre mentalidade, sobre frugalidade, sobre FIRE, sobre qualidade de vida, minimalismo, sobre musculação, enfim sobre tudo, erramos e acertamentos e isso é de um aprendizado absurdo, tanto para quem escreve quanto para quem lê, e mesmo que não façamos a menor ideia de quem está por tras do nickname criamos um sentimento de amizade para cm todos, uns mais outros menos, mas em momentos dificeis que penso em desistir eu dou uma passeada pela finansfera e vejo alguns post ou comentário que parece que foi direcionado a mim, e me recordo de quando iniciei que ganhava pouco e não havia nenhum expectativa de crescimento e hoje vendo o que tenho que não é muito, mas e além do que a grande maioria não tem, e o principal a mentalidade que agora tenho isso não tem preço, o arrependimento é não ter conhecido antes.

    Sucesso pra ti,

    Abraços

    Maromba Investidor
    https://www.marombainvestidor.com/

    ResponderExcluir
  18. Cheguei a finasfera depois de ler uma reportagem na UOL sobre fire e em seguida pesquisar mais sobre o assunto no Google, achando primeiramente os blogs do AA40 e SrIf365, depois os demais. Logo me identifiquei e desde entao, voltei a ter motivação para estudar sobre investimentos e pensar seriamente em chegar a ser Fire.
    Vejo muita responsabilidade nos posts e comentários, o que passa seguranca aos recém chegados.

    Valeu,
    Aprendiz

    ResponderExcluir
  19. Não penso em largar a finansfera tão cedo. Também não lembro o primeiro blog sobre o assunto que acessei, mas lembro do Pobreta então talvez tenha sido por lá. Aprendi e aprendo muito com cada um, sei que muitos tem uma realidade e objetivos completamente diferente dos meus. Mas a cada novo post estou lá para aprender um pouco mais. Também vejo YouTube, mas o que temos na blogosfera é algo completamente diferente. São pessoas mostrando sua realidade e trocando experiências sobre finanças de um modo que infelizmente não podemos fazer no dia a a dia, seja por questão de segurança, seja por falta de compreensão.

    ResponderExcluir
  20. "Aqui não somos assinantes ou compradores de pdfs, livros e cursos uns dos outros"

    oq mais min impressiona no marketing digital é isso, parace q a maioria desses povo q vende pelo hotmart, so vende pra quem quer aprender a vender na internet, quase uma piramite financeira


    a finansfera é o melhor lugar pra se aprender, onde não importa se vc tem um sitezinho bonito com um desing elegante oq importa é a qualidade pura do conteúdo

    quantos blogs com uma pagina bonita mais sem conteúdo bom de verdade q eu nunca mais quis acessar.

    ja o seu blog acesso todo dia, ja revirei a maioria dos posts, e sempre espero o proximo

    ResponderExcluir
  21. Ei Frugal, estamos juntos! Aqui temos conteúdos muito mais responsáveis do que em outros lugares!

    Montamos um conteúdo especial relacionado a esse assunto e te contemplamos: confira aqui Frugal.

    Abração, Sou Poupador.

    ResponderExcluir
  22. Oi Frugal.

    O blog realmente é como se fosse um diário do que acontece na nossa vida. Eu escrevo desde 2013, e já mudei tanto o assunto que escrevo que nem sei como tem gente que ainda me segue rsrsrs. Mas como você escreveu no post, a intenção não é aumentar o público, e sim documentar, registrar o desenvolvimento pessoal. Um grande abraço.

    Yuka

    viversempressa.com

    ResponderExcluir