Translate

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Nos investimentos, sobreviver é o que importa.


Boa noite amigos,

Espero que estejam curtindo bem o feriadão a tal ponto que longe da internet e talvez com suas crianças, caso as tenham, não tenham trocado o celular por elas nesse dia tão especial. A infância é uma dádiva e passa rápido. Cubram as crianças que lhes cercam com maravilhosos momentos, pois elas vão lembrar disso a vida toda, da mesma forma como possivelmente elas irão lembrar se vocês as tratarem mal, seja com um comentário ou com comportamento agressivo ou mal educado. Não subestimem a inteligência e a memória das crianças.

Vamos falar de uma coisa muito importante nos investimentos, que pouca gente fala:

Rentabilidade? Aplicação? Fundos? Valuation? Imposto? Dividendos? Carteira? Vencimentos? Proventos? Alocação? Gráficos? Tabelas de excel? Nada disso. O básico do básico, desde antes de você começar a investir é SOBREVIVER.

Mas como é isso Frugal? Eu vou morrer?
Não você vai quebrar.
Você vai vender no fundo. Vai ter prejuízo. Você vai girar a sua carteira. Você vai desistir de tudo e comprar um imóvel caro e um carrão. Você vai enjoar de tudo, parar de acompanhar o mercado, colocar tudo no TD, vai terceirizar a gestão do seu portfolio (Alô XP empurrando PGBL na galera!) Você vai desistir de ser um investidor e vai perder dinheiro. TUDO ISSO, se você não se preparar corretamente.

E qual a melhor forma de me preparar para sobreviver Frugal?
LIVROS! LIVROS! LIVROS!

Amigos, não se enganem com blogs e sites, com revistas de mercado, com papinho de corretoras ou analistas.

VOCÊ SÓ VAI BLINDAR A SUA MENTE DEPOIS DE LER UNS 30 LIVROS.

É isso aí, essa é a mensagem desse post.

Não seja presunçoso, nem superestime as suas habilidades.
Você é apenas uma sardinha num oceano de peixes e tubarões, mas se você tiver uma BOA BASE DE LEITURA EM BONS LIVROS E AUTORES FODAS ninguém vai lhe passar a perna, essa é que é a verdade.

O que é que que mais me orgulho na minha vida de investidor que começou em 2013? Formar uma base sólida, amparada em muita leitura de muito livro bom e autor bom. Preciso fazer um MBA em Harvard pra saber investir? NÃO! Na verdade, hoje em dia com o poder da internet e dos livros disseminados, você TEM O MESMO ACESSO A LIVROS que qualquer cara no mundo.

Qual é o cara de Wall Street, Londres, Tokyo, Paris, Shangai que pode ter acesso a algum livro ou autor mais do que você? Nenhum! Já pensou nisso? Não se sinta diminuído ou burro em relação a esses figurões do mercado ou em relação a investidores consagrados. Todas as fontes estão disponíveis para todos. E pra quê tudo isso? Pra você sobreviver. Independente de rentabilidade, alocação e etc. VOCÊ tem que saber o que está fazendo, quais as suas opções e quais os lugares que você pode por o dinheiro para se proteger e ficar tranquilo.

Aqui no blog, no canto superior direito coloquei uma pequena lista de livros pra você começar. Se você tá no começo da estrada dos investimentos, lhe sugiro ler uns 10 livros por ano. Com dois anos e 20 livros você já vai estar apto a fazer muita coisa, enquanto aprende a ler balanços de empresas e alocação de ativos. No terceiro ano e com uns 30 livros você já vai estar lendo sobre mercados no mundo todo, câmbio, ETFs, tributação, Offshore, bancos, paraísos fiscais e etc. Do 40gésimo ao livro número 50 você vai estar refinando todo o seu conhecimento, bolando sua própria estratégia e moldando o seu mundo financeiro para a fase da vida em que se encontra. E aí vai ficar mais tranquilo.

A falta de conhecimento gera stress e insegurança, seja na sua profissão ou nos investimentos. Se você não tem uma boa base tudo fica difícil, estressante e complicado. Na medida que sua base aumenta você vai ter mais lucidez e sabedoria para decidir muitas coisas e ir carregando mais levemente a sua carteira (com o tempo cresce!) e vai evitar fazer besteira de vender algo importante, fazer all-in, operar opções, fazer trades loucos, vender descoberto, enfim, fazer bobagem e ser CHUTADO das bolsas.

Entenda que o seu patrimônio é uma extensão de você, das suas horas de estudo, de trabalho, é o seu futuro como pessoa, o futuro da sua família, dos seus filhos, do seu casamento, dos seus sonhos e das suas realizações. Encare o seu patrimônio com responsabilidade, proteja o seu dinheiro, ESTUDE MUITO e depois continue sempre aprendendo. Não precisa ficar neurótico, vendo notícias de finanças (evite pq não ajuda em nada) e nem ficar ligado no mercado, nas taxas de juros ou no câmbio. Acredite, você não precisa de notícias para operar. Pode montar uma carteira defensiva com imóveis, fiis, TD, ações, ETFs no exterior, ouro, bitcoin e ir alocando tudo à sua maneira.

O seu patrimônio não é uma brincadeira, é uma coisa pra você levar a sério, pois será construído com trabalho, sangue, suor, lágrimas, distância da família e dos amigos, da esposa e dos filhos. Cabe a você PROTEGER o seu dinheiro e fazer ele crescer sozinho na medida do possível (e não do impossível - com movimentos bruscos).

A primeira coisa a fazer com o SEU DINHEIRO é não perder ele. Seja com investimentos ruins, com altas taxas de adm, com baixas rentabilidades, com riscos incontroláveis ou entregando ele na mão de picaretas. E o que vai lhe dar ferramentas para pensar é a LEITURA DE LIVROS. Depois que você ler uma BOA quantidade de livros ficará mais tranquilo e tenderá a SOBREVIVER nos investimentos e não ser chutado do mercado e ficará sempre no azul e com dividendos mensais crescentes.

Todo mundo aqui sabe que o Jhony Depp ganhou muito dinheiro com os filmes Piratas do Caribe. Eu mesmo vi ele dar uma entrevista dizendo que tinha dinheiro pra manter até a quinta geração dele. Que bom. Uns oito anos depois, li por aí que o cara está completamente quebrado. ´Ganhou na loteria da vida e jogou tudo fora. Quantas pessoas ganham na megasena e depois ficam pobres de novo? Várias. Quantas heranças de uma vida toda são dizimadas em menos de uma década pelos herdeiros? A maioria. Dinheiro na mão é vendaval, e muito mais se você não sabe o que é o dinheiro e nem como manter o seu dinheiro. Conhecimento é fundamental, não somente sobre Finanças, mas sobre tudo, tudo mesmo, passando até por Filosofia. Pessoas despreparadas na vida irão quebrar, mesmo que consigam fazer um bom dinheiro. Buffet lê mais de 6h por dia. Peter Lynch lia mais de 8h por dia. Luis Stulhberger diz que o principal trabalho dele é apenas ler.

É difícil isso Frugal? Não, de forma alguma não é. E nem é caro. É quase de graça na verdade. Incrível não? Com um pc, ou um kindle de 300 reais, você baixa de graça e lê os tais 50 livros. Coisa que nenhuma faculdade ou pós graduação vai lhe dar e nem nenhum professor vai lhe dizer (exceto se ele for um investidor também).

VOCÊ PRECISA SE DEDICAR A SER UM BOM INVESTIDOR POIS TODO O RESTANTE DA SUA VIDA DEPENDE DISSO.


Sobreviva meu amigo, não faça besteira, estude, se prepare para qualquer cenário que possa acontecer na sua vida pessoal ou financeira. A blogosfera tá aqui pra gente se ajudar e vencer juntos. Qualquer dúvida coloca aí nos comentários que eu respondo ou alguém ajuda a responder.

Um abraço a todos e bom feriadão! Cuidem das nossas crianças também!
Frugal.

30 comentários:

  1. Muito bom, frugal!

    Sei da importância dos livros em nossas vidas, mas seu post reforçou isso.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É engenheiro, livros são a coisa mais importante para investir. Só eles é que vão moldar firme as suas convicções e acrescentar dados e informações importantes. Abraço!

      Excluir
  2. Frugal, o que você acha dos livros do Marcelo Veiga e do Marcelo Piazza? Vale a pena investir nesses?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Rodrigo! Olha, sinceramente, nao conheço esses caras. Abraço!

      Excluir
  3. Que postagem excelente, fiz uma pequena biblioteca aqui pra começar, estou com 15 livros entre Buffet, Fisher, alguns nacionais como Mille,Portinho, enfim montando um pequeno início.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo beta! Leia todos os de Peter Lynch tb. São apenas 3! abraço!

      Excluir
  4. Olá Frugal,
    Não perder dinheiro é mesmo providencial.
    É incrível como as pessoas não estudam o assunto mesmo tendo tudo quase de graça na Internet.na verdade não compreendo pessoas que não compram livros de 30, 50, 60 reais de vez em quando. Nada supera um bom livro e te deixa muito mais esperto. Procrastinamos muito e esse é um tema que não pode ser deixado de lado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O pessoal quase que não lê livros, quando vao comprar é de ficcão ou Nicholas Sparks. A humanidade é perdida.
      Procrastinação é o maior inimigo da minha vida.
      Abraço!

      Excluir
  5. Parabéns, FS, que postagem boa de se ler. Concordo com tudo o que você escreveu.

    Sucesso e bons negócios.

    Fuleiro
    investidorfuleiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. "A blogosfera tá aqui pra gente se ajudar e vencer juntos. " - Falou tudo mestre! Abcs

    ResponderExcluir
  7. TOP
    Adorei seu Post..............
    uma lição de vida.........

    ResponderExcluir
  8. Falou tudo, estou pela primeira vez enfrentando uma crise financeira com serenidade. Apesar do caos continuo aportando e vendo toda essa queda nos preços como oportunidade. No passado até consegui fazer isso mas logo que tudo começou a subir a ganância tomou conta e vendi tudo, dessa vez com um pouco mais de conhecimento e com a ajuda da blogosfera espero cometer menos erros... vamos ver nq vai dar!

    Sr. IF365

    Blog do Sr.IF365 | Acompanhe meus últimos 365 dias antes da IF e Aposentadoria Antecipada
    www.srif365.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo, vc já está em 99 por cento da estrada. Que crise?
      Abraço!
      Vais postar mais sobre Bali?

      Excluir
  9. Frugal, você é um poeta das finanças!

    Já pensou em escrever um livro?

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa Ministro, blz?
      Se eu pensei em escrever um livro?
      Esse blog aqui é o esqueleto do livro!

      Abraço!

      Excluir
  10. excelente post!

    adoro o kindle e gostei muito de sua lista de livros, estou lendo: "Desperte o gigante interior, Tony Robbins"

    fiz inclusive um post reunindo suas indicações e de outros:

    https://acervost.blogspot.com/2018/09/bibliografia-brevissima-da-finasfera.html

    abç!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu ST! Add vc aqui, vou passar lá pra conferir!
      Abraço!

      Excluir
  11. O mais importante na leitura não é a quantidade e sim a qualidade. Vc pode ter uns 50 livros e ler todos de forma despretensiosa, ou ter bons 10 livros mas dissecar esses 10 livros, entender melhor que o autor cada um dos assuntos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Kspov. Esses livros aí foram uns 5 anos pra ler, e assimilando bem. Abraço!

      Excluir
  12. frugal excelente
    vc poderia acrescentar mais livros em sua lista, pois já quase todos da lista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc gosta mais de quais assuntos? Vou add mais livros aos poucos. Abraço!

      Excluir
    2. ultimamente tenho me dedicado a economia escola austríaca ,mas preciso ler mais sobre investimentos

      Excluir
  13. Tem muito tempo que não leio livros de finanças e investimentos. Ultimamente tenho lido livro de psicologia e filosofia, rs.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. To descobrindo o quanto é importante estudar essas áreas. A gente acaba entendendo muitas coisas que acontece no dia a dia.

      Excluir
  14. Estou acabando de ler bogleheads por indicação do frugal. Livro fantástico. Mudou minha visão sobre o mercado financeiro.

    ResponderExcluir
  15. Excelente post! O grande erro de todos os iniciantes é seguir o efeito manada e não se preparar para momentos de crise. Como se preparar? Lendo, estudando, trocando ideia.
    Lembro de muitos amigos que entraram no boom da bolsa em 2008 sem qualquer conhecimento apenas por que “lhe disseram que dava para ganhar muito com ações”.
    Resultado? Veio a crise de 2008 e 99% deles ficaram tão assustados que venderam tudo no pior momento e muitos até hoje tentam recuperar o dinheiro perdido sem sucesso pois continuam a insistir no mesmo erro: não se preparam, não estudam. Apenas esperam alguma luz no céu dizer onde devem investir!

    Outro comentário que deixo aqui é: não tente bater o mercado, pois na maioria das vezes ele vai bater em você!
    Leia, estude, defina suas metas e vá atrás delas com planejamento.

    Abraço!

    Executivo Investidor
    www.executivoinvestidor.com

    ResponderExcluir
  16. Bom dia Frugal, para a compra do imóvel da sua empresa, como você fez? Deu uma entrada e financiou quantos % do imóvel?

    Pergunto isso pois estou pensando em comprar um imóvel num bairro, que possui um supermercado em baixo, e 6 apartamentos em cima, porém utilizando financiamento.

    Já tenho um terreno que poderia dar no negócio, e o restante, financiaria, e com o aluguel recebido, pagaria as parcelas do financiamento..

    Já tenho "casa própria", que vou conseguir quitar na entrega das chaves, e tenho esse terreno, também quitado, com toda documentação, que inicialmente pensei em construir, porém acabei comprando meu apto, e não considero que valha a pena "poupar" R$300,000 para depois imobilizar todo esse capital numa obra.

    Eu invisto em ações, mês a mês, conforme o modelo do bastter, sempre investindo dinheiro novo que entra, e já vi que meu terreno vai ficar parado, mesmo que valorize, não vai me render nada, e gerará impostos, e preocupações com invasões e coisas do tipo.

    Essa minha ideia eu ficaria alavancado, entraria com o terreno e com parte do capital.

    Abraços

    ResponderExcluir
  17. Olá Frugal, muito bom esse artigo. É exatamente o que eu procuro fazer, ler o máximo de livros possível. Acho o seu blog um dos mais interessantes no universo de blogs sobre investimentos!

    ResponderExcluir