Translate

sábado, 22 de abril de 2017

O maior gestor de Hedge Funds do Universo



Olá amigos,

Uma das coisas que mais me fascina no mundo das Finanças, é a mente brilhante de algumas pessoas que estão na área. Não tenho dúvidas de que as mentes mais brilhantes e poderosas do mundo estão na área de Finanças, bolsas, mercados e negócios atraem muitos gênios, tais como o Michael Burry, do Scion Capital, ou o Luis Sthulberger brasileiro do Verde Asset.

Michael Burry tem síndrome de Asperger, uma das formas do espectro do autismo. Já o Luis Sthulberger acredito que não tenha (embora eu nunca tenha visto um vídeo ou um áudio dele). O Luis é altamente low-profile.

Gosto de estudar os maiores gestores de Hedge Fund do mundo, sua biografia, modo de estudar, modo de trabalhar, jeito de se relacionar e de pensar, acredito que com essas informações em mente a gente possa melhorar um pouco também, ademais sou um leitor compulsivo de biografias e de não ficção (não me venha com livros de Harry Potter, senhor dos anéis, 50 tons de cinza e outras coisas desse tipo). Gosto um pouco de ficção científica apenas e o resto do que falei, além dos romances clássicos da literatura universal.

Já falei um pouco sobre os gestores de Hedge Funds e likei vários vídeos deles nesse post aqui: https://frugalsimples.blogspot.com.br/2017/03/aprenda-financas-com-os-gigantes.html e esse é um assunto que gosto de escutar, pois estamos falando dos profissionais mais bem pagos e ouvidos do mercado, e alguns têm resultados espetaculares na gestão dos seus fundos.

Se você leu bem o título do post, estou falando sobre gestores de Hedge Funds, e não apenas de investidores. Mas Frugal, o que é um Hedge Fund?

Um Hedge Fund é um fundo que pode investir em qualquer coisa, basicamente é isso, e com a política que quiser, você simplesmente concorda ou não com a política do fundo e coloca seu dinheiro se quiser, você confia plenamente no gestor para fazer isso. Um Hedge Fund pode ser tão complexo como investir em criptomoedas, urânio, empresas em qualquer lugar do mundo, bonds, debêntures e REITs, fundos imobiliários, empresas falidas, governos falidos e dentre outras coisas, os mais complexos podem fazer operações alavancadas com derivativos, contratos de índices, short, venda descoberta, moedas, bitcoins, trade enfim todas as operações disponíveis no mercado financeiro, tudo que o home broker pode fazer, ou mesmo muito além dele, operações bem mais complexas nas mesas de banco e no mercado OTC. Enfim, um hedge fund pode ser considerada como uma operação financeira aberta, complexa e mutável, claro que desde que o gestor fale isso no prospecto.

Então, veja, não vou falar de Peter Lync, George Soros ou Warren Buffet,  todos são referência global em gestão de investimentos, buy and hold e negócios. Hoje vou falar do cara mais fodástico do Universo e de Wall Street, e me parece que ele é bem desconhecido aqui no Brasil (nunca ouvi ninguém falando dele) e talvez você se interesse e pesquise sobre ele mais um pouco.

O gestor mais fenomenal de Hedge Funds, um gênio brilhante da Física, da Computação, da Matemática e das Finanças se chama Jane Simons.

Dr. Jane Simons




Esqueça essa história de que gênios na bolsa ganham 2% ao mês.

O Hedge Fund gerido pelo Dr. Simons, chamado de Renaissance Technologies é um fundo misterioso e obscurso, fundado em 1982, com média de retorno anual de 71,8% (não estou brincando). Boa parte desses ganhos se deu com trading de futuros.

Caramba! Quase 72% ao ano!?!?!?!?!?!?!?!?!?!

Isso mesmo.

Vamos falar um pouco da biografia do Dr. Simons:

Dr. Simons recebeu seu primeiro doutorado aos 23 anos, aos 26 anos já era analista sênior de quebra de códigos avançados da NSA (National Security Agency), aos 30 anos era o chefe do departamento de Matemática de uma Universidade, professor do MIT e de Harvard, aos 37 ganhou o maior prêmio de geometria do mundo (o Oswald Veblen) , fundou o Renaissance Technologies aos 44 anos, e começou a sua obra de filantropo na caridade aos 56 anos. Além de tudo isso, ele é co-criador de sua própria teoria Chern-Simons theory.




Ah, mas como ele faz isso?
Está aí a pergunta de 1 bilhão de dólares.

O fundo produziu de lucro U$55 bilhões nos últimos 25 anos.
Dr Simons se aposentou do Fundo para viver fazer filantropia, sua fortuna pessoal está avaliada em U$ 12,2 bilhões de dólares.





Em tempo bons, o Renaissance vai muito bem.
Em tempos ruins, o Renaissance detona tudo e todos.
A base da máquina de investimentos e trading do Renaissance são supercomputadores e supersoftwares que têm programas próprios desenvolvidos pelo próprio Simons para operar. O negócio é realmente sinistro. E existem pouquíssimas fontes na internet e mesmo em livros para descrever os mecanismos do que o Renaissance faz. E claro, até hoje ninguém conseguiu quebrar seus códigos ou copiar seu modelo.


Retornos anualizados do Renaissance:






A genialidade de Simons foi direcionada ao mercado financeiro, fez fortuna, ajudou várias pessoas a fazer fortuna, saiu bilionário e hoje se dedica a causas nobres como educação, ensino da matemática, computação e finanças para crianças.

Se você quiser dar uma conferida nesse projeto do Simons clique aqui:
http://www.mathforamerica.org/

Outro projeto bacana é o Museu da Matemática, para ver mais clique aqui: http://momath.org/

Bem, falando sobre Hedge Funds, são investimentos para pessoas mais sofisticadas e que aceitam perdas enormes, riscos enormes de ganhar muito dinheiro assim também como perder, pois no mercado sem risco, sem retorno. Quer segurança? Vai pro tesouro direto.

Simons hoje em dia, juntamente com sua esposa, se dedicam ao próprio instituto, com pesquisa básica em Física, Matemática, Computação, Biologia, pesquisas em Autismo e Cosmologia.

Desconfio com 100% de certeza de que o Dr. Simons é mais um caso de Asperger, ainda mais porque o instituto dele se dedica à pesquisa de autismo.

Para ir no site do instituto dele clique aqui: https://www.simonsfoundation.org/

A própria Forbes colocou Dr. Simons em nonagésimo terceiro mais rico do mundo, à frente do Elon Musk da Tesla Motors e do Eric Schimd do Google.

Simons já doou mais de U$1 bilhão de sua fortuna nos seus projetos de caridade, levando ensino de Matemática para professores e alunos, além de pagar milhares de bolsas escolares para estudantes.

Um gênio, com uma história de vida muito bonita e que deve ser lembrado.

Grande abraço a todos,

Frugal.

7 comentários:

  1. O cara é um fenômeno.

    Apesar que existe limites para esta rentabilidade: Lhe explico, quanto maior for seu patrimônio mais próximo da média do mercado você tende a ficar.

    Quando se adquiri volume é preciso operar em diversos mercado espelhar dinheiro do fundo pelo mundo.

    Este é um dos motivos para os melhores Hedge funds terem limite para captação.

    Ex: Fundo verde há muito tempo que não ocorre uma abertura ou captação. Neste caso especifico gestor precisa manter boa parte do recursos dos fundos limitados ao tamanho até mesmo perspectiva do mercado.

    Até por isso 2% a.a para fortunas do tamanho de Warren Buffet, soros etc Algo fora da média.


    A consistência no longo prazo é um dos fatores cruciais para se atingir resultado realmente satisfatórios.

    Os algoritmos usado são na linha High frequency trading.

    Negociação de alta frequência (NAF) ou em inglês: High-frequency trading (HFT) é uma forma primária de negociação algorítmica em finanças que surgiu em 1998. Especificamente, é o uso de ferramentas tecnológicas sofisticadas e algoritmos de computador para comercializar rapidamente commodities e ativos financeiros



    No livro investidor inteligente do Graham deixa bem claro este fenômeno.

    Sobre algumas das técnicas usadas por este fundos " Assista parte do documento

    "Alquimista de wall street".
    https://www.youtube.com/watch?v=kdMEdGbmZAE

    Black box
    https://www.youtube.com/watch?v=h16kc8eH1BI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa mD. Bom comentário. Bom saber. A gente sabe que é difícil alguem da área acadêmica, tipo professores universitarios se darem bem no mercado. O caso do simons foge à regra. Realmwnte pro patrimonio crescer nessa taxa pra sempre fica insano. Aquele livro do Michael lewis, flah boys fala um pouco sobre isso eu acho. Como a gente é sardinha...

      Excluir
  2. Ia citar o high frequency trade também.
    Chega a ser meio mórbido pensar nisso.

    ResponderExcluir
  3. Nobre Investidor: Estou assumindo ranking de renda passiva organizado pelo investidor " Living of Dividendos". Como participante ativo do ranking peço encarecidamente que atualize sua renda passiva até o dia 10 de cada mês.

    Para maiores informações entre no blog:http://mestredosdividendos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Muito bem FS,
    Não sabia da história. Realmente o cara é gênio. Vou dar uma estudada sobre os métodos que ele usava.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Nossa, que sujeito interessante, me lembro alguem comentando sobre esse sujeito como Gene simmons, pensava que fosse o vocalista do KISS kkkkkkkkkk
    E como fazer para entrar num fundo desse cara ? Olhe o tanto que ele faturou em 2008. Só colocaria meu dinheiro em um fundo que soubesse lidar com as crises, que na minha opinião é quando você realmente testa a capacidade de gerir do fundo.
    abraçao!

    ResponderExcluir