Translate

domingo, 19 de março de 2017

Você na Caverna de Platão

Há alguns milhares de anos atrás na Grécia antiga nasceu Platão, um cara que dispensa apresentações, Platão é um dos pais da Filosofia, e a Filosofia é a mãe de todas as Ciências. Existe uma obra de Platão chamada de “A República” (sugiro que leiam) – é um clássico, dos clássicos dos clássicos. “A República” é um clássico tão colossal e gigantesco que milhões de outros livros derivaram apenas dele, inclusive esse post derivou deste clássico.
Existe uma passagem muito famosa no livro, chamada de “O mito da caverna”. Para Platão o mundo era dividido em dois mundos: O mundo das sensações e o mundo das idéias. E é isso o que o mito explora, a diferença entre esses dois mundos que coexistem num todo.
O mundo das sensações é o mundo que se lhe apresenta, o que você sente, vê, ouve e cheira e esse é o mundo que você consegue absorver com seus sentidos primários. Platão criou o mito para explicar o mundo. Vamos ao mito.
Screenshot 2016-06-18 21.26.58
Existia uma caverna com alguns homens prisioneiros dentro dela, os homens eram acorrentados pelos braços e pelas pernas, eles não conseguiam virar-se para ver o que estava atrás deles, havia uma fogueira enorme que provia calor e luz dentro da caverna, entre a fogueira e os homens tinha um pequeno corredor por onde passavam outros homens, animais e objetos; a luz da chama da fogueira projetava a sobra dessas pessoas num paredão à frente dos prisioneiros, dessa forma tudo que eles conseguiam observar eram as sombras do que se passava por trás deles.
Todas as sombras no paredão era o que eles conseguiam ver, sabiam distinguir várias formas, vários animais, vários objetos, vários tamanhos de homens, mulheres e crianças, tudo isso pelas sombras. Também eles podiam ouvir os sons e conversar com esses objetos. Esse era o mundo deles.
Screenshot 2016-06-18 21.27.30
Certo dia um prisioneiro conseguir romper as correntes que o prendiam após fazer muita força por vários anos. Com muito custo ele conseguiu andar pra fora da caverna, ficou cego pela luz do sol a princípio e depois começou a descobrir o mundo em volta da caverna, conheceu a noite, a floresta, os rios, cachoeiras, pequenos animais, avistou o céu, homens e mulheres ao longe, e fico maravilhado com tudo aquilo.
Era um esplêndido mundo novo em cores, sons e sensações. Ele lembrou-se dos velhos amigos da caverna e foi pra lá para contar como era o mundo lá fora. Os amigos não o reconheceram, ameaçaram ele, disseram que era mentira, que era impossível, que ele tinha enlouquecido, acusaram-no de louco, ameaçaram ele de morte, zombaram da falácia que ele falava, muitas reações negativas possíveis. Mesmo assim um pequeno grupo acreditou e confiou no amigo, foram ajudados por este, se libertaram e fugiram da caverna junto com ele, enquanto outros permaneceram para sempre acorrentados na caverna.
Screenshot 2016-06-18 21.28.38
Agora vamos falar de finanças, que é o motivo desse blog existir. Na blogosfera financeira tanto no Brasil como nos EUA, o trend topic mais citado, falado, procurado, pesquisado e almejado é a Independência Financeira, inclusive é o trend mais acessado para este site.
Eu queria deixar bem claro aqui algumas coisas:
1- Se eu lhe dissesse que você precisaria de poucos anos de trabalho duro e poupança para viver uma relativa Independência Financeira você acreditaria?
2-Se eu lhe disses que você não precisa de 3-5 milhões de reais para se aposentar você acreditaria?
3- Se eu lhe dissesse que você pode ter um alto padrão de qualidade de vida sem gastar um dinheirão todo mês você acreditaria?
4- Se eu lhe dissesse que a sua Independência Financeira é uma coisa longínqua e praticamente impossível por culpa exclusivamente sua pois você quer viver um padrão de aposentadoria extremamente alto e que vai exigir um patrimônio acumulado gigantesco para manter isso tudo você acreditaria?
5- Se eu lhe disser que existe uma vida maravilhosa e com muita liberdade e que você pode viver nela fazendo coisas como ler livros, visitando lugares, cozinhando, aprendendo, experimentando coisas novas, começando um negócio próprio, ou até uma nova carreira, ou simplesmente cuidando da sua vida e da sua família, praticamente aposentado por opção e sem gastar muito ou gastando bem menos da metade dos seus gastos atuais… Você acreditaria?
6- Se eu lhe dissesse que o MAIOR PROBLEMA DA SUA VIDA é o seu LIFESTYLE, gastando muito com mobília, roupas, baladas, carro, transporte, refeições fora de casa e diversão cara, você acreditaria?
Tenho mais perguntas para lhe fazer e pra fazer você pensar:
O que você acha que é A CAVERNA de Platão?
É o mundo em que vivemos.
O que são as sombras nas paredes que nós vemos?
São as coisas materiais que percebemos pelos cinco sentidos.
Quem é o prisioneiro que se liberta da caverna?
Pode ser você, entenda como quiser, o Filósofo, o investidor, a pessoa tal.
O que é o mundo exterior?
É a realidade. São as idéias perfeitas. É o mundo que existe e que os prisioneiros nunca puderam ver.
Quando o libertado foi falar do mundo exterior ele sofreu rechaçamento DA MAIORIA DOS PRISIONEIROS. Entenda, AS PESSOAS NÃO ESTÃO PREPARADAS pra sair da caverna, estão acostumadas com as sombras, estão recebendo água e comida, estão conversando entre si e trocando as mesmas idéias. Alguns não estão prontos pra sair da caverna, muitos nem vão tentar, outros vão apenas duvidar e dar de ombros, uma minoria vai conseguir se libertar das algemas.
Você acha mesmo que está livre? Ou preso? Reconhece as algemas que lhe prendem dentro da caverna? Pense bem.
Quem prendeu você aí? O que o impede de sair? Você quer sair? E se saísse o que aconteceria?
Caros amigos, o que mais existe no mundo são as sombras, a sombra da limitação que lhe foi imposta pelos seus pais, pelas escolas, pelo sistema educacional, pelo conjunto de crenças de seus familiares e amigos, sombras trazidas pela religião, por cegueira política, por ignorância, pelas grandes corporações, por governos e mídias, por valores sociais errados, por vícios como drogas, internet, pornografia, por barreiras de linguagem e mais. Essas sombras forjam para você uma realidade num paredão que se tornam a sua verdade.
A sombra é o carrão do seu amigo (isso ofusca os seus sentidos), financiado até o talo (na verdade o carro é do banco mas seu amigo está usando), as sombras são pessoas viajando pro exterior ostentando nas redes sociais (na verdade estão quebradas e no cheque especial), as sombras são todo mundo esbanjando felicidade (na verdade suas vidas são vazias e nem mesmo se dão conta ou camuflam como podem com bebidas, festas, pequenas viagens, muitos parceiros sexuais, se escondem num amor ou numa família), as sombras são as promessas de um futuro magnífico que nunca vai chegar, aquele concurso que nunca irão passar, o casamento legal e os parceiros que nunca vão ter e o amor verdadeiro que nunca irão usufruir. As sombras são roupas de grife, relógios de grife, bolsas, sapatos, óculos, gadgets eletrônicos, ipad, iphone, macbook. Tudo isso é sombra. Todas essas sombras nos enganam.
A realidade mesmo é um mundo onde vivemos numa brutal guerra pela sobrevivência onde milhares de seres humanos e animais morrem todos os dias. A realidade é o capitalismo com ativos e passivos sendo negociados o tempo todo. A realidade é você se preparar pra sua aposentadoria, acumular ativos, cuidar da sua saúde, crescer na sua profissão, se proteger de roubadas, ciladas e pessoas vis e invejosas.
A realidade é a sua declaração de imposto de renda, a realidade são os dividendos entrando na sua conta da corretora todo mês, a realidade é a ausência de trocentos boletos inúteis pra pagar, a realidade é ficar feliz com o que tem e trabalhando em si próprio para conquistar mais coisas pessoais, familiares e profissionais. A realidade pode ser dormir em paz sem medo de dívidas, desemprego ou queda do padrão de vida.
Uma pequena verdade é que o número de pessoas que atingiram a Independência Financeira é muito, muito, muito pequeno. E menor ainda é o número delas que BOTAM A CARA A TAPA, se “expõem” em blogs mesmo que anônimos (como o meu caso) e que tentam ajudar os outros. Eu vejo elas como os primeiros fugitivos das cavernas, que aos poucos voltam para as cavernas para nos falar muitas coisas.
Eu tenho a humilde pretensão de atingir minha IF daqui a alguns anos e com isso poder sempre escrever aqui e tentar passar um pouco do que aprendi e compartilhar e aprender mais com vocês, e incentivar outras pessoas a fazerem o mesmo. Não é questão de dinheiro, isso é tolice, nunca foi pelo dinheiro e sim pela liberdade.
Por enquanto há poucas pessoas a seguir, na medida em que várias forem atingindo suas IF, outras poderão se juntar a elas e assim a corrente vai crescendo, pessoas se ajudando, trocando idéias e se comunicando. A internet está aí pra isso. Atingir a Independência Financeira REQUER UM NOVO ESTILO DE VIDA, EM PENSAMENTO E EM AÇÃO. ESTAMOS BUSCANDO UM CAMINHO PARA CHEGAR LÁ.
A maioria dos sites e blogs de investimentos, vocês irão perceber, ensinam vocês a como “jogar o jogo”, explicam as regras, explicam os ativos, dão todos os conceitos e tudo o mais. A minha intenção aqui não é ser mais um apenas nessa forma. A minha intenção não é dizer compre ações, renda fixa e fundo imobiliário 33%/33%/33% em cada, e seja feliz, economize e aporte. Isso é simples demais.
Entendam que a maioria das pessoas nunca fica rica, pois pensam e agem da mesma forma, as idéias delas se contaminam umas às outras. Todo mundo dentro da caverna vivendo a mesma vida é o que existe no mundo. Você não vai ficar rico fazendo o que a maioria faz, isso é muito óbvio, e o pior é que muita gente acha que SIM!
A questão aqui é conhecer as mesmas e batidas regras mas jogar o jogo de forma diferente, pensar criativamente para resolver problemas e discutir soluções simples e baratas (nem que seja dormir no carro, nem que seja almoçar batata doce com frango frito).
A classe média em si é a maior contaminada, é ela que tem a chance de sair da caverna e não sai. As algemas são seus empregos, seus casamentos precoces, seus filhos precoces, suas faturas de cartões de crédito, suas dezenas de boletos, seu financiamento do apartamento em bairro bom, seus 25 anos de financiamentos de moradias, veículos financiados, alguns empréstimos, viagens bobas, aportes inexistentes,  despesas pesadas…
A classe média vive salário atrás de salário, tudo depende de um maldito contra cheque, inclusive o próprio casamento e o respeito dos filhos. Quer algema mais poderosa? Quanto mais despesas e compromissos, mais algemado você está. Quanto mais roupas novas, presentes, viagens, empréstimos, financiamentos, festas de aniversário, colégios caros, noitadas, trocas de carro e etc… mais correntes são adicionadas ao seu pescoço.
É preciso identificar as sombras do mundo.
É preciso identificar as algemas do mundo.
É preciso sonhar com a vida fora da caverna, é preciso tentar se libertar dos grilhões, evitar as armadilhas, é preciso ousar ver a luz do sol.
Vamos acordar pessoal. Eu não quero viver a vida toda olhando pra sombras numa parede.
Grande abraço,
Frugal.

2 comentários: