Translate

domingo, 19 de março de 2017

Empresas que invisto no Brasil: Banco do Brasil

Banco do Brasil foi a minha primeira ação que comprei lá pelos meados de 2013. Também foi o primeiro dividendo que recebi e foram R$33,00 de dividendos. E assim me inseri no capitalismo de fato sendo dono da fração de alguma coisa produtiva na minha vida, além do meu trabalho braçal.
Desperdicei 27 anos da minha vida longe do mercado financeiro e agora estou recuperando o tempo perdido. Eu digo que só existem 3 bancos para ser cliente ou sócio no Brasil: BB, Itaú e Bradesco. Eu só tenho Itaú e Banco do Brasil, e sou correntista do BB desde quando entrei na faculdade aos 18 anos e entrei no maravilhoso mundo do cheque especial com meu super limite de 200 reais (isso em 2003).
As pessoas condenam o cheque especial e etc mas só sabe quem precisa, quem me ajudou MUITAS INFINITAS VEZES na minha vida lixo de universitário foi o CHEQUE ESPECIAL. Eu acho que eu passava uns 10-15 dias no vermelho todo mês, isso para viver pagando o básico mesmo porque eu não tinha dinheiro nem para o básico na época (comida, transporte, aluguel) sobrevivi à duras penas naquele tempos, só sabe quem passa, comprar coisas no supermercado, entregar o cartão pra caixa e não saber se a compra vai ser APROVADA ou NÃO. Então o BB foi quem me abriu as portas para o mundo bancário, cartões, crédito e etc.
Como cliente estou muito satisfeito, apesar de pagar R$ 76 mensal na conta Estilo e ter um cartão meia boca Platinum que nem junta tantas milhas assim. A questão é que faço tantos TEDs que fica inviável ter conta digital ou outra com pacote mais barato. Sou atendido rápido na agência e tenho estacionamento sempre e de graça, além de beber água e café no banco (quem mora no norte do Brasil chega com sede onde quer que se vá pois só a caminhada do estacionamento até lá você chega suado e com sede).
O Banco do Brasil foi fundado há mais de uma centena de anos, acho que por Pedro II não tenho certeza, de fato foi uma das primeiras empresas de capital aberto do Brasil e já quebrou algumas vezes, como empresa pública quando vem a quebra o governo injeta dinheiro e dilui os acionistas, é horrível. Ultimamente por causa do risco e da política da quadrilha do PT o banco sofreu muito, a ação ficou muito barata e desacreditada mas já se recuperou, quando retirarem a petralhada infernal do poder a ação pode subir mais (eu não sou muito fã dessas coisas de notícias e cotação porque o Mercado não é ciência exata), mesmo assim, mesmo em crise o banco não ficou ruim operacionalmente, embora se você for comparar com Itaú o BB é muito menos eficiente e menos lucrativo.
Quando iniciei na bolsa fiz uns aportes grandes em BB, faz quase um ano que não compro mais porque acumulei muito nele, vi a cotação cair muito e bemmmmmm depois subir muito, mas esperei e não vendi nada, e me arrependi de não ter comprado MAIS. Hoje em dia 40% dos dividendos que ganhei vieram do BB, essa porcentagem vai diminuir com o tempo, hoje em dia o BB juntamente com EZTEC somam quase 25% da minha carteira, é muita concentração em apenas duas ações, mas quando eu for aportando mais em outras isso aí vai cair.
Vamos para a análise:
BBAS3 é o único grande banco do Novo Mercado, tag along 100% ON, principal sócio é o governo federal com mais 50,26% das ações, tem 331.859 sócios pessoas física (número grande!), é uma empresa que distribuía 40% do lucro nos últimos 03 anos mas agora devido à crise vai baixar pra 25% e fazer reserva de caixa para os pagadores que não vão pagar.
Para os fundamentalistas: ela tem um PL menor que 5, um DY de 9% (com tendência de baixar), um VPA de 24,66 e a cotação está em R$ 20,71 hoje.
Na verdade é difícil analisar banco, não é como uma empresa comum. O BB não é apenas um banco, é uma Holding, então você tem que analisar como Holding, uma Holding é como se fosse um conjunto de empresas com um controlador comum, é como se você tivesse uma padaria, um açougue, um posto de gasolina, uma farmácia, uma frota de táxi e uma madeireira, tudo no seu nome e dentro da mesma empresa, mesmo sendo várias empresas diferentes cada uma, mas o resultado de cada uma vai pro resultado geral da sua empresa, que seria a holding.
Então no final do mês você vai somar os lucros e prejuízos de cada uma para saber como você ficou, com o BB é a mesma coisa. O BB tem participação na sua própria seguradora que é a BB seguridade (ele detém 66%), tem participação na Cielo, dentre outras coisas, ele não fica parado, bancos estão sempre adquirindo empresas ou outros bancos, vejam as últimas aquisições do BB:
Screenshot 2016-05-05 06.03.33
Esse ano vou colocar o institucional aqui, depois vou fazer uma análise mais resumida:
Screenshot 2016-05-05 06.07.15Screenshot 2016-05-05 06.07.48Screenshot 2016-05-05 06.10.38Screenshot 2016-05-05 06.09.31Screenshot 2016-05-05 06.06.57Screenshot 2016-05-05 06.10.30Screenshot 2016-05-05 06.08.18Screenshot 2016-05-05 06.10.51Screenshot 2016-05-05 06.17.57
O Brasil é o maior exportador de commodities no mundo e o BB é o principal parceiro do Agronegócio do Brasil, então as duas coisas estão atreladas.
Agora sim vamos para a análise de 2015, pra falar a verdade faz 7 anos que o lucro líquido sem não-recorrentes do BB está estagnado, isso é PÉSSIMO para o sócio pois o banco não consegue aumentar sua lucratividade, como podemos ver abaixo. A esperança é o governo federal sair das mãos da quadrilha do PT pra isso aí andar, ou não… nunca se sabe se o próximo vai ser pior. O aumento do lucro líquido é o que mais IMPORTA para o sócio minoritário, eu e você, a análise e o post poderiam ser apenas esse quadro abaixo e pronto, você voltava aqui ano que vem, é apenas isso e mais nada.
Screenshot 2016-05-05 06.19.46
Screenshot 2016-05-05 06.24.20
Basicamente é isso, são 7 anos de estagnação do lucro líquido, múltiplos baixos (devido à isso) – não tem almoço grátis no mercado. Não é uma ação empolgante, nem topo da pirâmide. Não sei se vou comprar mais. Vou esperar os resultados de 2016. Mas também não preciso vender por causa disso, dá para aguardar. Investir em ações não significa que você precisa tomar decisões diárias ou “fazer alguma coisa”, o bom é isso, por enquanto, nada precisa ser feito.
Abraços,
Frugal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário