Translate

terça-feira, 21 de março de 2017

Como lidar com os gastos pessoais

O caminho do milhão pode ser encurtado se você tomar algumas atitudes e mudanças de comportamento na sua vida. Nas minhas três décadas de vida e observando hábitos de amigos, familiares, colegas de trabalho e ler vários sites e blogs de finanças no Brasil e no exterior, hoje em dia já posso resumir e diminuir bastante a ciência de Finanças Pessoais que estão por aí.
Existem livros e sites inteiros sobre isso mas vou resumir aqui pra vocês num único post pra não ficar batendo sempre nessa tecla pois hoje em dia acho isso um assunto muito básico, embora ache que um blog de finanças tenha a obrigação de abordar isso.
Eu não utilizo nenhum tipo de planilha, caderninho, aplicativo no celular e nem nada pra controlar os meus gastos. Já tentei e não me adaptei, eu não estou no sufoco pra fechar as contas do mês então não acho necessário, pra quem vive no sufoco pode ser importante.
O maior segredo em finanças pessoais é SER VOCÊ MESMO!
Se você é pobre, SEJA POBRE! Ande com roupas de pobre, no transporte do pobre, vá pro bar do pobre, compre no mercado do pobre.
O problema começa quando você é pobre e QUER FINGIR que é rico pra você ou para os outros. Aí começa a comprar tênis de R$300,00, relógio de MIL reais, CELULAR DE 3 mil reais, balada de 200 reais, DEIXE DE SER DOIDO!
Toda vez que o pobre vai dar uma de rico, sai endividado, entristecido e mais pobre ainda. E por fim, as outras pessoas vão continuar sabendo que você é pobre, isso NÃO TEM COMO ESCONDER. Se você não tem nem uma boa educação, qualquer pessoa da classe média vai perceber, então não finja.
Da mesma forma se você é classe média baixa, não queira fazer parecer que é da alta ou que é rico, da mesma forma o pessoal da classe média alta quer fazer parecer que É RICO mesmo estando tudo endividado e financiado com casa, ap, roupas e viagens tudo PARCELADO e com juros, festas, lazer. Enfim, é de uma IDIOTICE E CRIANCICE TOTAL querer fazer parecer que é de uma classe que você não é!
NÃO EXISTE MAL EM SER POBRE, NEM VERGONHA, NEM HUMILHAÇÃO.
TAMBÉM não existe mal em ser classe média baixa, ou alta, ou mesmo ser rico.
Só que é RIDÍCULO quando um pobre se finge de rico ou o rico quer ser pobre à força.
As pessoas sensatas certamente vão saber a sua renda, o seu nível educacional e o seu patrimônio muitas vezes em 20 minutos de conversa na maioria das vezes, de acordo com a sua profissão, o seu tempo no mercado, o seu jeito de falar e passar as idéias, as suas roupas e acessórios, o ambiente em que vocês estão e também de acordo com quem lhes apresentou.
Então não engane e nem se engane, seja você mesmo independente do que for, inclusive isso passa mais confiança pra todo mundo e evita comentários jocosos e piadinhas a seu respeito, e pode lhe abrir portas e amizades bacanas ser sincero com o mundo. Pense nisso.
Como eu faço os meus controles pessoais e nos meus gastos diários?
Para mim o mais importante é a COMPRA CRITERIOSA DE TUDO, TUDO, desde o detergente a um terno!
TUDO que eu compro tem que ter uma necessidade específica, um lugar pra ser colocado, uma função e uma tarefa ou trabalho a ser feito com aquilo. Não compro nada pra deixar de bobeira ou pra ficar entulhando meu ap minúsculo.
Vamos lá:
Conta bancária: Evite cheques, isso é coisa do século passado. ACABOU CHEQUE na sua vida entendeu? Se não entendeu volte para a frase anterior. Não pague taxa de conta pra banco. Abra uma conta digital no Banco do Brasil ou Itaú. Você estará bem servido para fazer quase tudo na internet.
Ficar indo na agência bater papo e tomar cafézinho com gerente é coisa de retardado. Tudo que você precisa saber do banco está na internet no site do banco. Uma taxa de 70 reais por mês vai lhe custar quase 800 reais por ano e 8 mil reais em 10 anos, a cada 10 anos, 24 mil reais em 30 anos.  Que foda hein?
Cartão de crédito: Quem utiliza muitos cartões de crédito paga muitas taxas e fica muito perdido, o descontrole é usual e pagar múltiplas faturas é chato e você pode esquecer, pagar juros e multas. Se você paga MENOS do que o valor TOTAL da fatura, cancele todos os seus cartões de crédito, isso não é você, você é incompetente o suficiente para ter crédito na praça, ande com dinheiro na carteira e pague tudo em cash, quando não tiver mais dinheiro não compre mais nada e fique com fome até receber o próximo salário, um dia você aprende a lidar com o dinheiro. Cartões de loja tipo Renner, Riachuelo, Marisa, sei lá o quê… esses não vou nem comentar, quebre todos e cancele-os.
Se caso você pague o valor total sempre, faça APENAS UM, sem anuidade, ou frescura de milhas, black, platinum, ou sei lá o quê. Milhas não servem mais pra nada e você pode comprar elas a vontade na internet de diversos sites e pessoas por 300 reais 10 mil milhas na média.
Tem o cartão Nubank que é de graça e também o da Petrobrás de graça. Tem também um da Ipiranga junto com o Itaú que eu fiz porque é internacional, e a anuidade é menos de 60 reais e junta km no programa km de vantagens. E eu não queria correr o perigo de ter apenas um cartão de crédito.
Carro e transportes: Comprar carro novo é coisa da classe média. Se você não for taxista ou frotista, NÃO EXISTE NENHUMA EXPLICAÇÃO LÓGICA pra comprar um carro novo, pagando um catatau de impostos, isso é apenas vaidade, apenas vaidade, não tem outro argumento. Um carro de 30 mil km sendo de uma empresa boa como Honda ou Toyota é um carro NOVO.
Trocar de carro a cada 3-5 anos “porque vai começar a dar problemas” também é coisa da classe média, essa frase entre aspas é a preferida do vendedor de carros. Carro que “começa a dar problemas” é carro fabricado na década de 80 pra trás tipo Chevette, Fusca, Brasília, Corcel… esses davam problema, os de hoje em dia não, é só cuidar e fazer manutenção normal que dá pra ficar 25-30 anos ou mais, quando o motor bater vá numa retífica e mande refazer o motor, estará novo de novo para rodar mais 900.000 km. Conheço nego que tem Corolla com 700.000 km rodados e está andando muito bem. O custo para manter um carro mesmo que popular é uns R$10.000,00 por ano, R$100.000,00  a cada 10 anos e R$300.000,00 em trinta anos.
Eu fiz um post analisando o custo de um sofá motorizado e afirmei categoricamente que ele pode custar a sua Liberdade Financeira, e é nada mais que a verdade. Se você está endividado e pagando muito juros de carro financiado e estiver apertado, venda o carro e ande de bike ou ônibus. Não existe isso de comprar carro financiado. É simples, se você não tem o dinheiro pra comprar um carro à vista é porque isso não é pra você.
Se você mora numa cidade grande tente alugar um local perto do trabalho (se o aluguel for caro do AP ou casa arranje amigos do trabalho ou universitários pra dividir o aluguel) e ir a pé ou de bike, ou mesmo metrô. Quem mora em SP ou RJ capital se vire de metrô e uber, nem precisa ter carro.
Carro é um monstro que custa muito caro. Balada, show e bar se vai de táxi, supermercado sempre tem táxi na porta pra ajudar a trazer as compras, deixe de chorar. Você não vai ficar rico e independente se um carro sugar a sua vida.
Se você mora numa cidade média com temperaturas amenas ou pequena no sul ou sudeste e der pra ir de bike tranquilo, VÁ DE BIKE! Ir pro trabalho de BIKE vai lhe fazer muito bem, vai aumentar a sua qualidade de vida, de saúde, diminuir seus gastos e deixar você em forma.
Vestuário e acessórios: Não uso relógio, nem colar, nem anel, nada. Não compro roupas de grife (as que eu tenho foram presentes). Costumo comprar roupas no exterior, e quando compro são baratas, tipo 5 camisas por U$20, aqui no Brasil não compro roupa. Passei a vida toda usando roupa dos meus irmãos mais velhos,  da C&A e Riachuelo, você também consegue.
Ficar comprando roupa todo mês, ou dando muito presente de roupa é caro e não sugiro. Compre roupa apenas quando for numa ocasião muito especial sua ou de alguém, o resto use suas roupas. Já repeti MUITAS VEZES roupa no Natal e no Ano Novo e estou vivinho. Não precisa andar com roupa feia, velha ou rasgada, isso aí já é pura e simples mendigagem, mas também não precisa dar R$100,00 numa camisa, isso é idiotice.
Plano de saúde: Aconselho fazer sim! Apenas para o caso de precisar de cirurgia e UTI. No SUS você pode esperar meses por cirurgia e se der um problema sério quase sempre não tem vaga de UTI. Eu trabalho no SUS e sempre vejo pessoas MORRENDO por falta de uma coisa ou outra no hospital. Não precisa pagar plano TOP apartamento. Contrate um plano nacional enfermaria com co-participação, não precisa ser um plano de primeira linha.
Cuidado com planos de saúde MUITO popular que a mensalidade é MUITO BAIXA. Isso não existe, saúde é um bem e custa caro. Um plano de saúde que custa 80 reais por mês é uma verdadeira fraude.
Cuide de sua saúde, diminua consumo de sal, açucar, álcool, comida industrializada e bebidas industrializadas tipo sucos, chás, refrigerantes. Isso tudo é lixo, direto pra dentro das profundezas do seu corpo e da sua alma.
Evite pão branco e farináceos em geral, além de macarrão, pizza e arroz e carboidratos simples. Evite comida doce, quanto mais doce pior. Almoce e jante carne, frango, mais saladas e a melhor bebida pra acompanhar é água. Mantenha o peso, o IMC abaixo de 25 que já vai evitar muita doença. Procure fazer atividade física DE GRAÇA.
Busque CALISTENIA no Google e youtube e aprenda. NÃO PRECISA PAGAR ACADEMIA. Academia não tem nada a ver com saúde. Você pode ficar forte e bonito sim, mas isso é uma coisa estética e não de saúde em si. Fora que vai ter que comprar suplementos e manter e gastar dinheiro e perder muitas horas treinando enquanto poderia estar fazendo algo mais produtivo, mas tem muita gente que gosta, então cada um na sua, eu prefiro fazer um esporte do que ir na academia.
De qualquer forma faça alguma atividade física regular, que pode ser academia. O ruim é que paga. Se a mensalidade for 100 reais isso vai lhe custar R$1200 por ano, 12 mil em 10 anos, 120 mil em 30 anos, apenas por academia.
Utilidades do lar: Cancele TV a cabo. TV é lixo. Pague apenas uma boa internet que lhe satisfaça, se der também um Netflix pra complementar e pronto. Tente dormir com a janela aberta e/ou ventilador, dormir com ar condicionado sai muito caro e faz muito mal pra sua saúde, pois o ar fica sêco (sem umidade), o barulho interfere na qualidade do seu sono e o filtro junta muita poeira, vírus e bactérias.
Batedeira, espremedor automático de não sei o que lá, sei lá mais o quê, descascador automático de banana, eu tenho PAVOR dessas coisas. Uma cozinha com geladeira, fogão, microondas e um forninho elétrico já está EXCELENTE. O resto é frescura.
De resto eu só tenho uma cafeteira Dolce Gusto, que foi presente então eu uso com parcimônia, nem é todo dia que tomo café nela (até porque nem todo dia eu venho em casa). Os cafés custam R$26,00 uma caixa com 16 unidades.
Eu moro numa cidade muito quente mas durmo apenas com um ventilador (do bom, de pedestal, custou 250 reais, o consumo de energia é mínimo e ele é silencioso. Faça comida em casa, leve marmita pro trabalho. PÁRE DE COMER NA RUA. Além de ser perigoso não é saudável e nem higiênico. As comidas vendidas por delivery e em qualquer self-service são, em geral, MUITO MAIS SALGADAS E GORDUROSAS para serem gostosas não é? Claro!
Pense como o dono do restaurante, o cliente tem que ter uma boa experiência lá, então você não vai servir comida sem sal e sem gordura (que é o que dá o gosto de fato). Aprenda a comprar coisas em supermercado ou atacado, produtos de limpeza e higiene que pesam muito você economiza bastante no atacado (compro desodorante dry por 7 reais, sabão em pó de 5kg e amaciante concentrado de 2l, isso dura uma eternidade). Comprar essas coisas em farmácias ou supermercados de varejo é um verdadeiro estupro. Use o supermercado de Varejo para frutas, verduras, ovos e só.
Telefone fixo eu tenho um da Vivo, R$ 25 mensal, mas é por causa do meu trabalho, EU SOU OBRIGADO a ter um telefone fixo, mas se você não é, não tenha, é chato, é irritante, é uma invasão da sua privacidade e é um meio de vigiar você, telefone fixo retira sua liberdade.
Gastos de água: tome um banho rápido, não precisa ficar cantando no chuveiro igual um idiota, escove os dentes com a pia fechada, junte todas as roupas pra lavar de uma vez, lave a louça com a torneira em muito baixo fluxo. Banho quente: NUNCA tomo em casa. Só quando não estou em casa. Mesmo de manhã cedo a água super gelada eu tomo gelada mesmo, já me acostumei, é bom pra acordar de vez.
Diarista: É caro, está cada vez mais caro e RARO. Achar uma boa e que trabalhe bem é muito difícil. Passei toda a minha vida sem uma. Eu sei fazer tudo em casa, lavar banheiro, fazer feijão, lavar roupa na máquina. Hoje em dia eu tenho uma (mas ela cozinha almoço e jantar então compensa pra mim pois tenho muito pouco tempo em casa e preciso me dedicar a dormir, estudar, descansar e ficar de bobeira do que fazer isso. Esse é um dos meus poucos luxos, guarda-roupa sempre arrumado, pia limpa, comida feita. Com ela eu economizo um pouco por não precisar comer na rua nem delivery no trabalho, e também porque eu tenho dois cachorros em casa então suja muito.
Mas veja sua situação, quem fica toda noite em casa eu acho que não precisa ter. Dá pra trabalhar um pouquinho a cada dia pra não juntar muita coisa pra fazer e fazer uma faxina legal num sábado por mês. Eu achava até terapêutico lavar a louça, isso lhe dá forças pra vencer, pare de reclamar de ter de fazer as tarefas de casa, isso é coisa de idiota, toda casa dá trabalho e nem em países fodas e desenvolvidos o pessoal tem empregada doméstica. Essa coisa de empregada doméstica é herança do período colonial. Eu não gosto e nunca quero ter, tira sua privacidade e liberdade e você fica sujeito a processos trabalhistas, roubos, sequestros e que ela maltrate seus filhos pequenos ou animais. Tudo na vida tem RISCO.
Se a sua vida for MUITO agitada, atribulada e trabalhosa veja se vale a pena pagar uma, pelo menos uma vez por semana pra dar uma geral em tudo e lavar a roupa. Outro perigo é ela ver seus documentos, jóias, ficar com a chave do seu ap (quando eu troco de diarista eu TAMBÉM TROCO a fechadura de casa, mas isso sou eu, você não precisa ser assim.
A questão do cofre: É polêmico. Muita gente diz que você fica MAIS VISADO se tiver um cofre, porque a diarista ou o amigo do cunhado irão dizer pros malandros virem assaltar você na sua casa e eles chegam logo perguntando pelo cofre. E se eles chegarem do nada sem ninguém dizer vão sim procurar o cofre e se você tiver de refém vai ter que ir lá abrir. Ademais guardar dinheiro em cash, em casa,  mesmo que seja dólar (muito) é coisa de retardado, deixe tudo no banco e esconda o cartão do banco.
Se você for ter um cofre coloque num lugar mais escondido possível,  faça uma pequena reforma na sua casa ou ap (o pedreiro vai saber né?)/ Tem gente que pede pro marceneiro fazer dentro do guarda roupa ou rack da sala (o marceneiro vai saber né?) esconda dentro de uma parede, num fundo falso no guarda roupa, num buraco embaixo da cama, sei lá, só não deixe ele pouco escondido ou à mostra. Eu não tenho Rolex nem jóias nem nada caro. Minhas coisas importantes, tipo passaporte, dólar, diplomas da faculdade e outros documentos ficam tudo numa pasta numa gaveta comum.
Seguros: Se você tiver filho pequeno e zero patrimônio vale a pena ter seguro de vida. Se você tem um patrimônio grande, não tem porque, se você morrer as pessoas vão herdar o que você tem e pronto. Tente valer mais vivo do que morto. O cara já com dinheiro e patrimônio acho um desperdício pagar seguro de vida, fora os diversos casos de filhos e esposas que mandam matar o indivíduo para GANHAR O SEGURO. Eu sei que você confia nos seus (e você acha que essas pessoas mortas também não confiavam?).
Se tiver carro bom e novo ou semi-novo vale a pena sim, especialmente para o caso de roubo ou perda total. Quanto mais fodão for o seu carro mais você vai se ferrar pra pagar o seguro. Um Audi chega a custar R$ 8 mil por ano o seguro. Carros foda como Audi, BMW, Mercedez, Land Rover têm seguros MUITO caros.
Residencial geralmente pergunte se o seu condomínio já tem (geralmente têm). Se você mora numa casa de rua considere as possibilidades, costumam ser bem baratos, mas não acho que sejam uma coisa que se deva pagar mesmo.
Basicamente é isso. Não tem muito segredo. Não precisa inventar a roda aqui. É só fazer a coisa certa. É só fazer e ser o mais simples possível. A melhoria da sua vida depende em grande parte do seu comportamento e da sua atitude diante de suas escolhas. Não engane e nem se engane. Você é que você é. Você não deve nada a ninguém, nem muito menos gastar a mais pra parecer ser uma pessoa que não é. Foque sempre em você e no seu desenvolvimento pessoal, em sua saúde, nos seus estudos, no seu descanso e no seu trabalho.
Meus gastos pessoais mensais estão assim nos últimos meses:
Compras diversas = 22,43% (fatura do cartão de crédito excluindo gasolina e supermercado)
Despesas da empresa = 22,43%
Supermercado = 11,23%
Família (doação mensal para os pais) = 11,23%
Carro = 10,4% (ano 2007, quitado) [Note que CARRO É UMA PUTA DESPESA! Mesmo quitado]
Diarista = 5,98% (3x na semana, fazendo comida)
Passagens de avião = 3,74% (o lado ruim de morar longe da sua cidade, família e amigos)
Plano de saúde = 3,4% (bradesco mediano enfermaria, com co-participação)
Energia e condomínio (moradia) [Ap quitado]= 2,84% cada
Celular, internet e Netflix = 2%
Despesas financeiras= 0,75% (custos com corretora, banco, cartões) [Em processo de diminuição]
Doação (Médicos sem Fronteiras) = 1%
Doação para o Partido NOVO = 0,25%
A boa notícia é que a partir de Março do ano que vem vou me livrar de uma prestação grande que tenho na empresa então vai sobrar mais dinheiro para aportar e também diminuir os meus custos mensais com a empresa.
P.S.: Vou inserir no meu blog agora a partir deste post um banner de Médicos Sem Fronteiras para ajudar a divulgar, eu não vou receber dinheiro por isso, é apenas para ajudar a causa. Desculpem a poluição visual.
Grande abraço,
Frugal.
msf-doacao-mensal-interna
Seja um doador mensal de Médicos Sem Fronteiras, você estará ajudando a salvar a vida de milhões de pessoas no mundo, estará ajudando a dar esperança para as pessoas mais pobres do planeta, vítimas de desastres naturais, guerras e perseguições políticas e religiosas, a maioria crianças e órfãos, clique aqui e cadastre-se.

Nenhum comentário:

Postar um comentário